Ministério da Saúde desdenha de alertas sobre nova onda de Covid-19

Conselho Nacional de Secretários indica risco de mais contaminações e pior cenário na região Norte

Crédito: Wilson Dias/Agência Brasil

(Crédito: Wilson Dias/Agência Brasil)


O Ministério da Saúde tem ignorado e evitado se manifestar sobre alertas de risco de nova onda epidêmica de  Covid-19.

Um deles, do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Amazonas (Cosems-AM), reforça: “O comportamento epidemiológico das doenças respiratórias observadas na região Norte do País, principalmente no Amazonas, deve ser avaliado em um contexto mais amplo visto as diferenças do padrão das demais regiões do País”.

Preocupados, deputados e senadores de Estados da região pressionam o ministro Marcelo Queiroga, mas sem resposta efetiva.

Diante do alerta para nova onda e da experiência catastrófica de Manaus durante a pandemia, o que se espera do Ministério da Saúde é, no mínimo, um planejamento para evitar – em caso de nova onda – a repetição da tragédia ocorrida anteriormente no Amazonas.

O Conselho aponta para o risco iminente sobretudo pela predominância da variante Delta e baixa cobertura vacinal, pois apenas três municípios do Amazonas estão com cobertura acima de 70% da população vacinável com as duas doses do imunizante.

Sobre o plano de vacinação para 2022 – quantidade de vacinas, imunização de crianças etc. -, questionado há dias pela Coluna, a postura da pasta é a mesma: sem resposta, até o fechamento desta edição.


Saiba mais
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais


Sobre o autor

Leandro Mazzini começou a carreira jornalística em 1996. É graduado em Comunicação Social pela FACHA, do Rio de Janeiro, e pós-graduado em Ciência Política pela UnB. A partir de 2000, passou por ‘Jornal do Brasil’, ‘Agência Rio de Notícias’, ‘Correio do Brasil’, ‘Gazeta Mercantil’ e outros veículos. Assinou o Informe JB de 2007 a 2011, e também foi colunista da Gazeta. Entre 2009 e 2014 apresentou os programas ‘Frente a Frente’ e ‘Tribuna Independente’ (ao vivo) na REDEVIDA de Televisão, em rede, foi comentarista político do telejornal da Vida, na mesma emissora e foi comentarista da Rede Mais/Record TV em MG. Em 2011, lançou a ‘Coluna Esplanada’, reproduzida hoje em mais de 50 jornais de 25 capitais e interior Foi colunista dos portais ‘UOL’ e ‘iG’ desde então, e agora escreve no blog que leva seu sobrenome no portal da ‘Revista Isto É’, onde conta com o trabalho dos jornalistas Walmor Parente e Carolina Freitas, além de correspondentes no Rio e Recife. É também comentarista das rádios ‘JK FM’ em Brasília, ‘Super TUPI’, do Rio, e ‘Rádio Muriaé’.


Mais posts

Ver mais

Copyright © 2021 - Três Editorial Ltda.
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento: A Três Comércio de Publicações Ltda., empresa responsável pela comercialização das revistas da Três Editorial, informa aos seus consumidores que não realiza cobranças e que também não oferece o cancelamento do contrato de assinatura mediante o pagamento de qualquer valor, tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A empresa não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças.