Geral

Militares do Comando do Leste participarão da Operação Acolhida

O Comando Militar do Leste informou hoje (18) que cerca de 70 militares do Exército vão embarcar na quarta-feira (20) para Roraima, onde farão parte da força-tarefa Operação Acolhida, prestando ajuda humanitária aos venezuelanos que deixam seu país. Os integrantes do Exército passaram por duas semanas de treinamento e serão transportados em aviões da Força-Aérea Brasileira (FAB).

O Operação Acolhida atua nas cidades de Boa Vista e Pacaraima, na fronteira com a Venezuela, desde março do ano passado. Também fazem parte da força-tarefa militares da Marinha e Aeronáutica, órgãos federais, coordenados pelo Ministério da Defesa, e integrantes do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR).

A crise política e humanitária que se instaurou na Venezuela nos últimos anos motivou milhões de venezuelanos a deixarem o país fugindo da situação de falta de segurança, de alimentos e de remédios e dos problemas na prestação de serviços públicos. A maioria destes imigrantes buscou refúgio no Brasil e na Colômbia, país que, segundo algumas estimativas, já recebeu mais de 1,2 milhão de venezuelanos. 

Veja também

+ Caixa libera FGTS emergencial para nascidos em julho nesta segunda-feira (10)

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Patrick Estrela, de Bob Esponja, vai ganhar série própria

+ Sylvester Stallone coloca seu Cadillac Escalade personalizado à venda; confira!

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Carol Nakamura anuncia terceira prótese: ‘Senti falta de seios maiores’

+ Ex-Ken humano, Jéssica Alves exibe visual e web critica: ‘Tá deformada’

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?