Mundo

Milhares pedem renúncia do governador de Porto Rico por vazamento de chat

Milhares pedem renúncia do governador de Porto Rico por vazamento de chat

(Arquivo) O governador de Porto Rico, Ricardo Rosselló - GETTY IMAGES/AFP/Arquivos

Milhares de pessoas exigiram na noite desta segunda-feira a renúncia do governador de Porto Rico, Ricardo Rosselló, respondendo à convocação de artistas como Ricky Martin e Bad Bunny, depois do vazamento de um polêmico chat pela imprensa local.

A polícia dispersou os manifestantes com gases lacrimogêneo e também foi registrado um incêndio do lado de fora da sede do governo na capital, San Juan.

Rosselló também é criticado pela condução da emergência pela passagem do furacão Maria e a crise financeira da ilha.

Nas mensagens trocadas através do aplicativo Telegram, Rosselló e outras 12 pessoas criticam políticos e jornalistas e usam memes e insultos de teor sexual, segundo revelou na semana passada o Centro de Jornalismo Investigativo (CJI) de Porto Rico, em trechos publicados no jornal El Nuevo Día.

O cantor Ricky Martin, alvo de menções ofensivas, afirmou que essas declarações “são completamente repudiáveis e denotam o caráter e personalidade intolerantes, arrogantes, prepotentes, homofóbicas, machistas e violentas de cada um” dos participantes do chat.

O governador de 40 anos pediu desculpas por seus comentários e alegou que “o chat era usado para liberar as tensões de dias de 18 horas de trabalho (…) mas nada disso justifica as palavras que escrevi”.