Esportes

Milhares de pessoas acompanham cortejo de Muhammad Ali até o cemitério

Crédito: AFP

O cortejo fúnebre de Muhammad Ali pelas ruas de Louisville terminou por volta das 12h55 (13h55 em Brasília) no cemitério Cave Hill, que terá uma cerimônia privada para a família. Entre os escolhidos para carregar o caixão estão os lutadores Lennox Lewis, George Foreman e Mike Tyson, além do ator Will Smith. Um evento público, que terá a presença de cerca de 20 mil pessoas será realizado à tarde, no centro de Louisville. O lutador morreu na semana passada por complicações respiratórias do Mal de Parkinson.

Por cerca de 90 minutos, o carro fúnebre, acompanhado por limusines com familiares e convidados, percorreram os locais mais importantes da cidade para a carreira do lutador. Foi um trajeto de cerca de 30 quilômetros acompanharam por milhares de pessoas. O único ponto de parada foi em frente ao Ali Center, centro de memória do atleta. Em todas as ruas, centenas pessoas levaram cadeiras de praia e guarda-sóis para aguardar a última passagem do campeão.

Cada carro que integrou o cortejo trazia desenhos de borboletas no vidro dianteiro em referência à maneira como o próprio Ali descreveu seu estilo de lutar: “flutuar como uma borboleta e picar como uma abelha”.

Um dos momentos mais marcantes foi a passagem pela rua onde Ali cresceu. Uma multidão se formou nos dois lados da Grand Avenue e gritava “Ali, Ali, Ali”. Outros corriam atrás do carro apenas para tocá-lo ou beijá-lo.

Os eventos desta sexta-feira são a segunda e última parte do funeral. O primeiro dia, quinta-feira, foi uma cerimônia islâmica tradicional, cheia de orações em árabe, mas marcada por discursos que destacaram a trajetória política e social do maior boxeador de todos os tempos. Cerca de 15 mil pessoas participaram do Jenazah (funeral, em árabe), realizado também em Louisville.