Milhares de chineses prestam homenagem ao Deus da riqueza

Milhares de chineses prestam homenagem ao Deus da riqueza

Um grupo de pessoas queima incenso em homenagem ao Deus da riqueza no templo budista de Guiyuan, na cidade de Wuhan, na região central da China, em 9 de fevereiro de 2019 - AFP

Milhares de chineses foram a um templo no centro do país neste sábado (09) para prestar homenagem ao Deus da riqueza, coincidindo com a celebração do Ano do Porco, um animal que, segundo a tradição, traz prosperidade.

Como todos os anos no quinto dia do calendário lunar, os peregrinos se reúnem no templo de Guiyuan na grande cidade de Wuhan para o aniversário do deus Caishen.

Lutando contra o frio da primeira hora da manhã, quando o sol ainda não nasceu, os chineses chegaram com incensos queimando no pátio do grande templo budista. A quantidade de incenso queimado é tal que os funcionários do templo precisam remover as cinzas com pás constantemente.

A peregrinação reúne mais de 100.000 pessoas todos os anos em um único dia, segundo a mídia oficial.

“A tradição chinesa afirma que é o aniversário de Caishen, e é por isso que vim celebrá-lo”, explica a AFP Gong Xinwen, uma jovem que assiste essa festa desde que era criança com seus pais.

Neste ano, a jovem que acaba de se casar tem uma pedido especial para Caishen: ter um filho durante o Ano do Porco, para que tenha o signo do zodíaco desse animal, sinônimo de riqueza. “O porco é uma bênção”, afirma.

No centro do templo há uma estátua gigante da Deusa da Misericórdia, Guanyin, que geralmente é visitada por aqueles que pedem um herdeiro.