Mundo

Milão reconhece prescrição de pena de comparsa de Battisti


MILÃO, 11 MAI (ANSA) – O Tribunal de Justiça de Milão reconheceu nesta terça-feira (11) a prescrição da pena de 16 anos e 11 meses de prisão contra o ex-terrorista italiano Luigi Bergamin, comparsa de Cesare Battisti em um homicídio ocorrido nos anos 1970.   

A Corte acolheu o recurso apresentado pelo advogado de defesa, Giovanni Ceola, que alegava que a condenação teria “se tornado irrevogável e foi prescrita em 8 de abril.   

Fundador do grupo Proletários Armados pelo Comunismo (PAC), Bergamin estava foragido na França e se entregou à polícia de Paris no último dia 29 de abril.   

O ex-terrorista é considerado o mandante do assassinato do marechal da polícia penitenciária Antonio Santoro, morto por Battisti e uma cúmplice em 6 de junho de 1978, em Údine, sob a acusação de “perseguir presos políticos”.   

Além disso, Bergamin teria sido cúmplice da morte do agente da Divisão de Investigações Gerais e Operações Especiais (Digos) Andrea Campagna, em 1979, e teve envolvimento no homicídio do açougueiro Lino Sabbadin, assassinado pelo grupo comunista por ter sido militante do neofascista Movimento Social Italiano (MSI) e por ter matado um ladrão em uma tentativa de assalto.   

A condenação contra o italiano teria prescrito em 8 de abril, já que ele foi condenado a 16 anos e 11 meses de detenção na mesma data em 1991. No entanto, uma juíza de Milão havia interrompido a contagem do prazo pelo fato de o ex-terrorista ser um “delinquente habitual”, em 30 de março.   

+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça

No recurso, porém, a defesa alega que “a declaração de delinquência habitual torna-se definitiva decorridos 15 dias da interposição da decisão e, portanto, teria ficado irrevogável em 14 de abril, mas em 8 de abril o sentença foi prescrita”, o que a torna insustentável.   

Bergamin e outro ex-terrorista, Raffaele Ventura, foram alvos da operação “Sombras Vermelhas”, que prendeu no dia 28 de abril outros sete ex-terroristas de extrema esquerda a pedido do governo da Itália. (ANSA)

Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago