Cultura

Milão opta por uma Semana da Moda ‘figital’ devido à pandemia

Milão opta por uma Semana da Moda ‘figital’ devido à pandemia

Milão inaugura nesta terça-feira (14) sua primeira Semana de Moda virtual devido à pandemia de COVID-19, embora os desfiles em carne e osso de Dolce & Gabbana e Etro lhe deem um toque de Fashion Week “figital” (física e digital).

Esta edição, que começou às 10H00 GMT (07h00 horário de Brasília) desta terça-feira com a marca MSGM e vai até sexta-feira, apresentará as coleções de primavera-verão 2021 para homens, assim como as pré-coleções para homens e mulheres.

Cerca de quarenta marcas responderam ao convite, incluindo D&G e Etro, as duas italianas que decidiram manter os desfiles físicos, tornando assim a Semana de Moda “figital”.

“Decidimos apresentar as coleções com um desfile de moda físico para transmitir uma mensagem positiva e forte, fundamental neste momento para o sistema da moda e para a cidade de Milão”, anunciaram Kean e Veronica Etro em nota.

No mês passado, os estilistas sicilianos Domenico Dolce e Stefano Gabbana anunciaram seu retorno após décadas à Câmara de Moda Italiana (Camera Nazionale della Moda Italiana), assim como o calendário oficial de suas criações.

+ Consulado chinês nos EUA é fechado e provoca nova crise
+ As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

Para o presidente da entidade, Carlo Capasa, trata-se de “um grande retorno”.

“É um momento difícil para a moda e mostra o forte vínculo que os estilistas têm com nosso país. Hoje, mais do que nunca, é importante estarmos unidos para proteger nossa indústria única no mundo”, afirmou Capasa em um comunicado.

Por sua vez, Domenico Dolce e Stefano Gabbana reconheceram que “a moda precisa manter-se positiva e unida”.

– “Salas temáticas” –

A marca MSGM iniciará as apresentações, seguida por Prada, Moschino e Philipp Plein.

Na quarta-feira será a vez de Etro e D&G e na quinta de Salvatore Ferragamo, Tod’s e Dsquared2, enquanto a edição será finalizada na sexta por Gucci, Ermenegildo Zegna e Missoni.

A Câmara da Moda fornece também reuniões ao vivo 24 horas por dia, por faixas de horário, para todos os continentes e em particular para os Estados Unidos, graças a uma parceria com o jornal The New York Times.

Além dos desfiles de moda, poderão ser acompanhadas entrevistas nos bastidores e apresentações em “salas temáticas”, sobre assuntos variados, desde o desenvolvimento sustentável até as inovações tecnológicas.

O jornalista americano Alan Friedman terá “uma sala institucional”, onde se reunirá com personalidades do mundo político e empresarial.

Com exceção de uma nova onda de coronavírus, Milão confirmou seu programa de desfiles femininos para a primavera e o verão 2021 para 22 a 28 de setembro.

Veja também

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Seu cabelo revela o que você come (e seu nível socioeconômico)

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?