Esportes

Milan reclama de pênalti para Juve na Copa da Itália

MILÃO, 14 FEV (ANSA) – Um pênalti convertido por Cristiano Ronaldo nos acréscimos do segundo tempo salvou a Juventus de uma derrota para o Milan na primeira partida das semifinais da Copa da Itália, que terminou empatada em 1 a 1, nesta quinta-feira (13).   

Jogando no San Siro, o clube rossonero abriu o placar aos 16 minutos da etapa complementar, com Rebic, mas a Velha Senhora ganhou a chance de igualar já nos instantes finais do confronto, quando a bola bateu no braço de Calabria, que subira de costas para disputar uma jogada com CR7 dentro da área.   

Com a ajuda do VAR, o juiz marcou pênalti, que acabou convertido por Cristiano Ronaldo nos acréscimos. “Com certeza fomos prejudicados”, reclamou o técnico do Milan, Stefano Pioli, que disse ter participado de uma reunião com o chefe de arbitragem da Itália, Nicola Rizzoli, na qual teria sido dito que lances assim não eram para pênalti.   

Já o treinador da Juve, Maurizio Sarri, afirmou que, “com as regras atuais”, a penalidade foi “escandalosa”. CR7, por sua vez, se absteve da polêmica. “Foi uma partida dura, mas permanecemos unidos. Agora temos o segundo jogo em casa, com apoio de nossa torcida, para chegar à final da Copa da Itália”, declarou.   

O duelo de volta, em Turim, será em 4 de março, e o ganhador enfrentará na decisão Napoli ou Inter de Milão, que jogam no dia seguinte. O clube azzurro venceu o confronto de ida, no San Siro, por 1 a 0. (ANSA)