Esportes

Milan leva gol nos acréscimos e se despede do Italiano com derrota para Cagliari

Com um gol de Pisacane nos acréscimos, o Cagliari venceu o Milan por 2 a 1 neste domingo, em casa, pela última rodada do Campeonato Italiano. O resultado, no entanto, não interferiu na classificação.

O time anfitrião foi a 47 pontos e está em 11º lugar. O Milan já estava garantido na Liga Europa e fecha sua participação em sexto lugar, com 63 pontos, mas com o sinal de alerta ligado, pois será necessário muito investimento para a equipe brigar novamente por títulos.

O Cagliari saiu na frente do placar com um gol do brasileiro João Pedro, aos 17 minutos do primeiro tempo. Após belo passe de Borriello, o brasileiro tocou na saída do goleiro Donnarumma para colocar os anfitriões na frente.

O Milan teve dois pênaltis a seu favor no segundo tempo para conseguir o empate. No primeiro, Carlos Bacca desperdiçou a cobrança aos 18 minutos. Dez minutos mais tarde, Lapadula acertou o alvo e deixou tudo igual no marcador.

Quando parecia esboçar uma reação rumo à virada, os visitantes perderam Gabriel Paletta, expulso. Com um a menos, o Milan recuou e levou a pior nos acréscimos. Em uma cobrança de falta de João Pedro, Donnarumma deu rebote e Pisacane e garantiu a vitória.


+ Grávida do quinto filho, influenciadora morre aos 36 anos
+ Após assassinar a esposa, marido usou cartão da vítima para fazer compras e viajar com amante

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel