Economia

Microsoft interrompe negociações para comprar TikTok nos EUA, dizem fontes

A Microsoft pausou as negociações para adquirir as operações do TikTok nos Estados Unidos após o presidente Donald Trump ter dito que se opõe ao acordo, de acordo com fontes consultadas pela Dow Jones.

As falas de Trump fizeram com que o aplicativo chinês fizesse novas concessões, inclusive aceitando criar 10 mil empregos nos EUA nos próximos três anos. Mas não está claro se isso vai alterar a posição do presidente, segundo as fontes.

A Microsoft tinha conversas avançadas com a controladora do TikTok, Bytedance. Elas caminhavam para um acordo que acreditavam ser adequado ao objetivo da Casa Branca, de que o aplicativo fosse adquirido por uma empresa americana.

Os planos foram interrompidos quando Trump disse a repórteres que preferia banir o aplicativo e não apoiaria a venda. Antes, as empresas acreditavam que os termos gerais do acordo poderiam estar fechados na segunda-feira.

Veja também

+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial

+ Pudim japonês não tem leite condensado; aprenda a fazer

+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"

+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ O processo de formação como obra

+ Arte e algoritmo: Uma genealogia

+ Radicalmente vivo

Tópicos

EUA Microsoft tiktok