Geral

MG: Psicóloga encontrada morta dentro de carro teria saído para pedalar, diz marido

Crédito: Reprodução/ redes sociais

O marido da psicóloga Marilda Matias Ferreira dos Santos, de 37 anos, afirmou que a esposa havia saído para andar de bicicleta um dia antes de ser encontrada morta dentro do porta-malas de um carro na garagem de casa, em Pouso Alegre (MG). As informações são do G1.

De acordo com o depoimento do homem, de 62 anos, ele estava trabalhando em uma fazenda, em Careaçu (MG), no sábado (21) quando recebeu uma mensagem de Marilda avisando que iria pedalar. A mulher foi encontrada dentro do carro no domingo (22) com as mãos e os pés amarrados, com roupa e capacete de ciclista.

O marido, que é médico veterinário, disse que quando chegou em casa não encontrou a mulher, mas pensou que ela ainda estaria no passeio de bicicleta. Mais tarde, como a mulher não havia aparecido, o marido disse que passou a procurá-la no hospital e na delegacia.

Na manhã do domingo, ele acabou encontrando o corpo da vítima no porta-malas e chamou a polícia. Conforme as investigações, o corpo da psicóloga não tinha sinais de violência.

A casa onde o casal morava também não tinha sinais de arrombamento. Imagens de câmeras de segurança da rua devem ser analisadas. Após prestar depoimento e entregar o celular para a polícia, o marido foi liberado. As investigações ainda estão em andamento e até o momento a polícia não tem nenhum suspeito.