Geral

MG: Filho de desembargador morre após ser esfaqueado durante briga com vizinho

Crédito: Reprodução/ Google street view

O jovem Júlio César Lorens Júnior, de 28 anos, morreu na quinta-feira (19), após ser esfaqueado durante uma briga com um vizinho, em Belo Horizonte (MG). Conforme a Polícia Militar, a vítima se incomodou com o barulho que o vizinho, de 67 anos, estava fazendo e foi até o apartamento do idoso. As informações são do G1.

Câmeras de segurança registraram o momento em que o idoso abre a porta com uma faca na mão. O idoso teria sido atingido por um spray de pimenta e, pouco depois, esfaqueou o jovem. O golpe acertou a região do tórax. Júlio foi levado ao Hospital de Pronto Socorro João XXIII, mas não resistiu.


Aos agentes, o idoso disse que, antes de abrir a porta, viu o vizinho com um objeto na mão pelo olho mágico. Conforme o vizinho, ele e Júlio tinham “desavenças anteriores”. O idoso foi preso em flagrante e encaminhado ao sistema prisional.

Segundo o G1, o caso é investigado pela 1ª Delegacia de Polícia Civil. Júlio é filho do desembargador Júlio César Lorens, do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG). Em nota, o TJMG lamentou a morte do jovem.

“Em nome do Poder Judiciário, o presidente Gilson Lemes expressa solidariedade e condolências pela irreparável perda a familiares e amigos. Ainda não há informações sobre o velório e sepultamento”, disse a nota.