Geral

MG: Carro flagrado com 3 rodas em estrada tem 14 multas por excesso de velocidade

Crédito: Reprodução

Imagens de um veículo com apenas três rodas transitando por uma rodovia próximo a Patos de Minas (MG) têm viralizado nas redes sociais. Além de circular sem a roda traseira esquerda, o Volkswagen Gol vermelho estava coberto de lama.

+ Mourão, sobre ser vice de Bolsonaro em 2022: ‘Estou trabalhando para isso’

De acordo com o Uol Carros, o veículo, registrado em Monte Santo de Minas (MG), foi licenciado pela última vez em março de 2011. Ao todo, o carro acumula 15 multas de trânsito vencidas por pagar, 14 delas são por excesso de velocidade. As dívidas, sem incluir as pendências relativas a licenciamento e IPVA, chega à R$ 2,2 mil

A infração mais recente registrada no banco de dados do Detran-MG (Departamento Estadual de Trânsito de Minas Gerais) é de fevereiro de 2018, em Araxá (MG).

Segundo o Código de Trânsito Brasileiro, transitar sem uma ou mais rodas é uma infração de natureza grave e prevê multa no valor de R$ 195,23, além de retenção do veículo para regularização e cinco pontos no prontuário do proprietário do veículo. O Uol não conseguiu contato com a dona do veículo.

Veja também

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Ford anuncia local e investimento de US$ 700 milhões em fábrica que criará F-150 elétrico

+ Hubble mostra nova imagem de Júpiter e sua lua Europa

+ RJ: tráfico promete caçar quem gravou equipe do Bravo da Rocinha: ‘Vai morrer’

+ Após morte de cachorro, Gabriela Pugliesi adota nova cadela

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea