Geral

“Meu pai bate na minha mãe”, escreve menina de 13 anos em avaliação escolar

Crédito: Reprodução

Uma menina, de 13 anos, usou uma prova da escola para fazer um pedido de socorro à professora, na cidade do Vale do Anari (RO). No fim da página da avaliação, ela escreveu: “Por favor me ajuda. Meu pai bate na minha mãe”. As informações são do G1.

De acordo com a Polícia Civil, a escola notificou a corporação que foi até o endereço indicado pelo menino. A adolescente, duas irmãs de 16, 14, e um irmão de 8 anos, foram encaminhados a um abrigo da cidade.

Conforme o delegado André Kondageski, responsável pelo caso, foi preciso paciência e poder de convencimento para que a mulher fosse retirada do ambiente de violência doméstica.

“Eles tiveram um filho lá no Pará, onde moravam. O bebê, que tinha entre um e dois anos, foi até um paiol, ingeriu veneno de rato e morreu. Desde então, ele começou uma pressão e tortura psicológica sobre ela”, relatou o agente ao G1.

“Não seria apenas uma palavra para definir o que ela viveu ao lado desse homem, mas desumano se encaixa em toda essa situação”, ressaltou o delegado.

O caso segue em segredo de Justiça, e o inquérito está em andamento. O delegado solicitou que a vítima seja acompanhada por um psicólogo e um assistente social. Até o momento, o suspeito das agressões não foi preso.


Saiba mais
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ SP: Homem morre em pé, encostado em carro, e cena assusta moradores no litoral
+ Andressa Urach pede dinheiro na internet: ‘Me ajudem a pagar a fatura do meu cartão’
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua