Economia

Meta de inflação fique ‘talvez em 4%’, diz Temer


O presidente da República, Michel Temer, ao comentar o atual momento de queda dos preços, lembrou que o Conselho Monetário Nacional (CMN) vai definir a meta de inflação para os próximos anos em junho e que esse número pode ficar abaixo do patamar atual, de 4,5%. Segundo ele, o centro da meta fique “talvez em 4%” ou até menos no longo prazo.

A declaração foi dada durante evento para anunciar a liberação de milho dos estoques governamentais.

A discussão sobre a nova meta de inflação ganhou corpo no final do mês passado, quando o presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, disse que o Brasil poderia caminhar para, no longo prazo, ter um objetivo mais parecido com outras economias emergentes, em torno de 3%.

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, também comentou o tema recentemente, mas ressaltou que ainda não sabia qual seria a proposta formal levada pelo BC ao CMN.

Veja também
+ Joice Hasselmann aparece com fraturas e diz acreditar ter sido vítima de ‘atentado’
+ Pintor é expulso de rodízio por comer 15 pratos de massa; assista
+ ‘Transo 15 vezes na semana’, diz Eduardo Costa ao revelar tratamento por vício em sexo
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago