Brasil

Mesmo preso, Lula lidera intenções de voto, diz Datafolha

SÃO PAULO, 22 AGO (ANSA) – Mesmo preso há mais de quatro meses e virtualmente inelegível, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva aparece com vantagem na corrida pelo Palácio do Planalto, de acordo com pesquisa divulgada nesta quarta-feira (22) pelo Datafolha.   

O instituto cogitou dois cenários, um com a presença do petista e outro sem. No levantamento que inclui o ex-mandatário como candidato do PT, ele aparece com 39% das intenções de voto.   

Segundo a pesquisa, Lula é seguido por Jair Bolsonaro (PSL), com 19%; Marina Silva (Rede), com 8%; Geraldo Alckmin (PSDB), com 6%; Ciro Gomes (PDT), com 5%; Alvaro Dias (Podemos), com 3%; João Amoêdo (Novo), com 2%; e Henrique Meirelles (MDB), Guilherme Boulos (PSOL), Cabo Daciolo (Patriota) e Vera (PSTU), com 1%.   

Os candidatos João Goulart Filho, do PPL, e Eymael, do DC, não pontuaram no levantamento. Já brancos e nulos chegaram a 11%, enquanto 3% dos entrevistados afirmaram não ter candidatos.   

No cenário sem a presença de Lula, Bolsonaro lidera a pesquisa, com 22% das intenções de voto. Neste caso, o candidato do PT é o atual vice na chapa, Fernando Haddad, já que o ex-presidente deve ser declarado inelegível com base na Lei da Ficha Limpa.   

De acordo com o levantamento, Bolsonaro é seguido por Marina, com 16%; Ciro, com 10%; Alckmin, com 9%; Dias e Haddad, com 4%; Amoêdo e Meirelles, com 2%; Vera, Daciolo, Boulos e Goulart Filho, com 1%. Eymael não pontuou. Outros 22% têm a intenção de votar branco ou nulo, enquanto 6% não possuem candidatos.   

A pesquisa ouviu 8.433 eleitores, entre 20 e 21 de agosto, em 313 municípios. A margem de erro máxima é de dois pontos percentuais. (ANSA)