Esportes

Mesmo após garantir vaga continental, Inter de Milão anuncia demissão de técnico

Apesar de ter conquistado no último domingo uma vaga na próxima edição da Liga dos Campeões, garantida com o quarto lugar do Campeonato Italiano alcançado na rodada final da competição, a Inter de Milão anunciou nesta quinta-feira a demissão do técnico Luciano Spalletti.

O treinador estava à frente do time desde 2017, quando foi contratado junto à Roma, e pela segunda temporada consecutiva conduziu a equipe ao principal interclubes da Europa. Porém, acabou sendo dispensado após não conseguir conquistar nenhum troféu neste ciclo 2018/2019 do futebol do Velho Continente e também no de 2017/2018.

Por meio de um curto comunicado divulgado em seu site oficial, a Inter se limitou a informar nesta quinta que Spalletti “não é mais treinador” do time e para dizer que o clube “agradece pelo seu trabalho e pelos resultados alcançados em conjunto”.

Assim como nesta última temporada, a Inter terminou a edição anterior do Campeonato Italiano na quarta posição, mas não teve sucesso em torneios europeus e ficou longe ameaçar o domínio imposto pela Juventus na Itália, na qual o clube de Turim conquistou pelo oitavo ano consecutivo o título nacional.

No último domingo, a equipe de Milão garantiu a quarta posição da competição nacional ao vencer o Empoli por 2 a 1, em casa. Assim, fechou a sua campanha com 69 pontos, um à frente do rival Milan, que no mesmo dia superou o SPAL por 3 a 2, mas precisou se conformar com a vaga na Liga Europa ao terminar a competição nacional em quinto lugar.

O resultado não era o esperado pela direção do clube, que na última terça-feira anunciou as demissões do técnico Gennaro Gattuso e do ex-lateral brasileiro Leonardo, que vinha exercendo o cargo de diretor esportivo.

Após a confirmação da saída de Spalletti, veículos da imprensa italiana também noticiaram que Antonio Conte, ex-técnico da seleção italiana, da Juventus e do Chelsea, pode estar presentes a ser anunciado como novo treinador da Inter. Ele já teria acertado um contrato de três anos com o clube de Milão, nos quais receberia 10 milhões de euros (cerca de R$ 44,5 milhões) por temporada, além de bonificações de acordo com os resultados que o time conquistar neste período.

Com sua vaga na Liga dos Campeões garantida apenas na rodada final do Italiano, a Inter foi eliminada já na fase de grupos da atual edição do torneio continental e depois caiu diante do Eintracht Frankfurt nas oitavas de final da Liga Europa.

Controlada por um grupo chinês que adquiriu a maior parte das suas ações em 2016, o clube de Milão não ganha um título desde quando faturou a Copa da Itália em 2011. No ano anterior, então sob o comando de José Mourinho, a equipe conquistou a Liga dos Campeões, a Série A do Italiano e também a Copa da Itália.