Mundo

Merkel participa de vigília em homenagem às vítimas de ataque

BERLIM, 10 OUT (ANSA) – A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, participou na noite desta quarta-feira (9) de uma vigília na Nova Sinagoga, em Berlim, para prestar solidariedade às vítimas do atentado cometido na cidade de Halle, no leste do país, o qual deixou dois mortos. “Temos que marcar posição de forma firme contra toda forma de antissemitismo”, escreveu o porta-voz da política alemã, Steffen Seibert, no Twitter, com imagens da homenagem.   

Durante a cerimônia, Merkel condenou o ataque cometido pelo alemão Stephan Ballier, terrorista de extrema-direita de 27 anos, que deixou dois mortos enquanto os judeus celebravam o “Yom Kippur”, o “Dia da Expiação”, uma das datas mais importantes da religião. Hoje, a chanceler voltou a se pronunciar e prometeu “tolerância zero” ante o ódio, além de afirmar se favorável ao uso de todos os meios permitidos pelo Estado de Direito contra o extremismo de direita e o antissemitismo, informou a agência alemã “DPA”.   

Durante um congresso do Sindicato dos Metalúrgicos em Nuremberg, na Baviera, ela disse que ficou “chocada”, assim como milhões de pessoas, pelo crime em Halle. “Acabamos de escapar de um ataque terrível contra as pessoas na sinagoga. Poderia ter havido muito mais vítimas”, finalizou.   

O presidente da Alemanha, Frank-Walter Steinmeier, também visitou a sinagoga, junto com um representante do Congresso Judaico Mundial, Maram Stern, e do presidente do Conselho Central dos Judeus da Alemanha, Josef Schuster. (ANSA)