Geral

‘Meu sonho é ganhar uma carne’, pede menino de 7 anos em carta ao Papai Noel

Crédito: Arquivo pessoal - Reprodução/Revista Crescer

Na época do Natal algumas crianças pedem em suas cartas ao Papai Noel carrinhos, bonecas, bolas e outros brinquedos. Porém, devido às condições familiares, para outras as prioridades são diferentes. É o caso de Hector, de 7 anos, que mora em Arroio Grande, Rio Grande do Sul. As informações são da revista Crescer.

Desde o início da pandemia de Covid-19, a família do garoto passa por dificuldades. A sua mãe, Patrícia Fros de Braz, 35 anos, e uma irmã mais velha, 19, realizam alguns bicos para conseguir dinheiro. No entanto, a mãe contou que sofre com problemas de saúde e isso a impede de fazer esforço.

Com a diminuição das ofertas de trabalho, os gastos da família também tiveram que ser reduzidos. “A gente compra, mas agora são miúdos, ossos, essas coisas mais baratas”, disse Patrícia em entrevista à revista.

Ao ser questionada pelo sobre o Natal, a mãe respondeu que a situação está difícil e por isso não haverá churrasco. “Aí ele me disse: ‘Já sei! Vou fazer uma carta para o Papai Noel e ele vai nos ajudar’. Ele é muito lindo. Com 7 anos e um coração enorme.”

“Quando eu vi que a vontade dele era essa mesmo, me doeu o coração. Ele que decidiu. Sentamos na mesa e eu o ajudei a escrever, ainda disse a ele que seria difícil, pois estava tudo muito caro”, lembrou a mãe. Mesmo assim, o garoto não perdeu as esperanças. “Ele me disse que eu ficasse tranquila, pois o papai Noel sempre ajudava todo mundo, porque ele era Deus.”

Na carta, Hector escreveu: “Papai Noel, meu sonho é ganhar uma carne para passar com a minha família, tenho 7 anos, muito obrigado Papai Noel”.

A atitude do garoto comoveu algumas pessoas que decidiram montar e enviar uma cesta de Natal para a família.