Geral

Menina de 9 anos escalpelada em barco vai receber doações de cabelo no PA

Crédito: Reprodução/Arquivo Pessoal

Ana Caroline Pantoja, de 11 anos, e Tainá de Souza Santiago, de 9 anos (Crédito: Reprodução/Arquivo Pessoal)

Uma menina de 9 anos que foi escalpelada depois que seu cabelo foi arrancado por um motor de um barco no Pará deve receber doação de cabelos de várias partes do Brasil e até de uma doadora da Guiana Francesa. As informações são do UOL.

Tainá de Souza Santiago estava com o irmão, de 16 anos, no último dia 9, indo de barco até a casa de familiares, em Gurupá (PA), em uma viagem de cerca de 30 minutos. Antes de chegar ao destino, o cabelo dela acabou preso pelo motor da embarcação, que não possuía cobertura de segurança, e foi arrancado.


A menina foi socorrida no Hospital de Emergência Oswaldo Cruz, onde passou por uma cirurgia de emergência, e depois foi transferida para um hospital em Macapá, onde ela se recupera dos ferimentos.

Agora, ela aguarda uma transferência para a Santa Casa de Misericórdia do Pará, para receber um tratamento especializado, com cirurgias reparadoras, acompanhamentos físico e psicológico e avaliação de possibilidade de implantes.

Ana Caroline Pantoja, de 11 anos, também moradora da Ilha do Marajó (PA), assim como Tainá, deve ser uma das doadoras de cabelo para sua “vizinha”. Ela ficou sabendo do acidente pelas redes sociais, e decidiu doar o cabelo que nunca havia cortado para ajudar Tainá.

“Assim que fiquei sabendo, comentei com a Ana e ela disse na hora que ia doar. Na hora, ficamos surpresos porque ela tem muito ciúme do cabelo e dizia que só iria cortar quando fizesse 15 anos. […]Ela disse: ‘Mamãe, ela precisa mais do que eu. Meu cabelo é da Tainá'”, disse a pescadora Cláudia Pantoja, mãe de Ana.

O cabelo de Ana Caroline tem 80 cm atualmente, ela planejava vender para comprar um celular e decorar o quarto com o tema de princesa, mas mudou de ideia para ajudar Tainá.

Outras quase 30 pessoas fizeram contato com a família de Tainá oferecendo doação de cabelo, entre elas uma moça da Guiana Francesa, que deve enviar ainda essa semana, segundo um tio da menina.