Geral

Menina com condição rara de cabeça virada em 90° passa por cirurgia

Crédito: Reprodução

Afsheen Gul, de 13 anos, nasceu com paralisia cerebral e também com uma condição rara que fez o seu pescoço dobrar e sua cabeça ficou virada em um ângulo de 90 graus. No dia 28 de fevereiro, ela passou por uma cirurgia para ajudar a manter sua cabeça erguida. O caso ocorreu em Nova Délhi, na Índia. As informações são da revista Glamour.

Afsheen foi diagnosticada com uma luxação rotatória atlanto-axial, que significa uma instabilidade na coluna cervical. Por conta da curvatura do seu pescoço, ela sofria com dores constantes.


Os pais da adolescente não tinham condições financeiras para custear o seu tratamento. Por isso, realizaram uma vaquinha online e conseguiram arrecadar R$ 172 mil.

Procedimento cirúrgico

Segundo o jornal The Mirror, a equipe médica do Hospital Apollo, em Nova Délhi, afirmou que a jovem teria apenas 50% de chances de sobreviver a um procedimento cirúrgico.

Nesse momento, Yaqoob, irmão mais velho da jovem, entrou em contato com o Dr. Krishnan. Em 2016, o médico ficou famoso após operar o menino Mahendra Ahirwar, que tinha o pescoço virado em um ângulo de 180°.

“Eu tinha certeza de que poderia melhorar a qualidade de vida dela, mas tinha que vê-la primeiro. Se deixássemos mais tempo, as chances de ela se recuperar de qualquer cirurgia eram pequenas”, relatou o médico.

Em 2021, o Dr. Krishnan conheceu Afsheen e resolveu prestar os seus serviços gratuitamente.

“Os testes mostraram que foi um dos casos mais desafiadores que já vi em minha carreira, provavelmente o primeiro caso como esse no mundo.”

Durante quatro meses a jovem se preparou para realizar a cirurgia. No início, ela teve de usar uma tração Halo-Gravity que servia para alongar e endireitar a sua coluna de maneira suave.

Ela também precisou fazer check-ups semanais para monitorar a sua melhora. Felizmente, o seu pescoço corrigiu o suficiente para que fosse possível a realização do procedimento cirúrgico.

No dia 28 de fevereiro, o Dr. Krishnan e sua equipe fundiram o crânio de Afsheen com a sua coluna. O procedimento durou seis horas e serviu para aliviar a compressão na medula espinhal.

Primeiro foi necessário remover alguns discos do pescoço por meio de um corte feito na boca da adolescente. Depois, uma haste com parafusos foi utilizada para fixar o crânio na coluna cervical e assim conseguiu manter o pescoço reto.

Instagram will load in the frontend.
Instagram will load in the frontend.