Esportes

Medvedev arrasa Murray na estreia em Miami; Bia Haddad perde nas duplas


Com chances de retomar a liderança do ranking da ATP, o tenista russo Daniil Medvedev começou com tudo no Masters 1000 de Miami, nos Estados Unidos. Neste sábado, ele não tomou conhecimento do experiente Andy Murray e venceu o britânico por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/2.

Não faltou motivação para Medvedev em sua estreia, já pela segunda rodada da competição americana. O russo voltará a ser o número 1 do mundo se alcançar ao menos a semifinal. Desbancaria, assim, o sérvio Novak Djokovic, que voltou ao topo na última segunda-feira, encerrando o curto reinado do russo, de apenas três semanas, na primeira colocação.

Medvedev dominou o ex-número 1 do mundo do começo ao fim do jogo, que durou 1h29min. O russo obteve três quebras e saque (duas no segundo set) e não teve seu serviço sob ameaça em nenhum momento do duelo. Ele ainda emplacou 22 bolas vencedoras, contra 13 do britânico. E cometeu 12 erros não forçados, diante de 24 do rival.

“Foi uma grande partida. Jogos da primeira rodada nunca são fáceis, mesmo que você treine nas mesmas quadras por um ou dois meses. Nunca é a mesma coisa que jogar uma partida oficial. Estou feliz por não precisar enfrentar nenhum break point contra ele. Mas acho que há espaço para eu melhorar”, analisou o atleta russo.

Na terceira rodada, Medvedev vai enfrentar o espanhol Pedro Martínez, que avançou neste sábado ao superar o chileno Cristian Garin por 7/6 (7/2) e 6/2. Se confirmar o favoritismo, o russo poderá encontrar outro espanhol nas oitavas de final, Roberto Bautista Agut, que superou o polonês Kamil Majchrzak por duplo 6/3.

Em outros jogos do dia, Alex de Minaur bateu Jordan Thompson, em duelo de australianos, por 6/2 e 6/3. O americano Tommy Paul superou o russo Karen Khachanov por 6/4, 3/6 e 7/6

(7/3) e o polonês Hubert Hurkacz, atual campeão em Miami, venceu o francês Arthur Rinderknech por 7/6 (7/5) e 6/2.

DUPLAS

O brasileiro Marcelo Melo estreou com vitória em Miami. Ele e o croata Ivan Dodig superaram os belgas Sander Gille e Joran Vliegen por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/1, em 1h04min de confronto. O triunfo garantiu a experiente dupla nas oitavas de final.

Na sequência, eles devem ter mais trabalho no torneio disputado em quadra dura. Brasileiro e croata vão duelar com os italianos Simone Bolelli e Fabio Fognini, que formam uma das melhores duplas da temporada. Eles foram os algozes do também brasileiro Bruno Soares e do escocês Jamie Murray no Aberto da Austrália. E voltaram a superar Soares e Murray na final do Rio Open, no mês passado.

FEMININO

Após brilhar na chave de simples, na noite de sexta-feira, a brasileira Beatriz Haddad Maia foi eliminado logo em sua estreia nas duplas. Ela e a casaque Anna Danilina, atuais vice-campeãs do Aberto da Austrália, foram derrotados pela espanhola Paula Badosa e pela belarussa Aryna Sabalenka por 6/3 e 6/4.

No dia anterior, Bia surpreendera ao derrotar, de virada, a grega Maria Sakkari, número três do mundo. Foi a terceira vitória da brasileira contra tenistas do Top 10 do ranking da WTA. Pela terceira rodada, a tenista do Brasil vai enfrentar a ucraniana Anhelina Kalinina.

Neste sábado, pela chave de simples, a japonesa Naomi Osaka não precisou suar para avançar às oitavas. Sua rival da terceira rodada, a checa Karolina Muchova, abandonou o torneio por conta de dores no abdome. Osaka aguarda agora o confronto americano entre Ann Li e Alison Riske.

Campeã olímpica em Tóquio, no ano passado, a suíça Belinda Bencic superou a britânica Heather Watson por 6/4 e 6/1. Sua próxima adversária será a belarussa Aliaksandra Sasnovich, que eliminou a belga Irina-Camelia Begu por 7/5, 6/7 (4/7) e 6/4.

Também avançaram a australiana Daria Saville, a italiana Lucia Bronzetti e a local Danielle Collins, vice-campeã do Aberto da Austrália.