Mundo

Médium ameaça Maduro com tempestades

Médium ameaça Maduro com tempestades

Foto da Presidência venezuelana mostra o chefe do Executivo Nicolás Maduro em conversa com ministros em Caracas, 18 de fevereiro de 2019 - Venezuelan Presidency/AFP

A Fundação Cacique Cobra Coral (FCCC), entidade esotérico-cientifica que diz controlar o clima, enviou um alerta para o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro. “A fronteira fechada com o Brasil poderá ser reaberta por causa de intempéries climáticas”, diz Osmar Santos, porta-voz da FCCC. Ele usa como exemplo a guerra do Golfo (1990). “Os tanques de guerra ficaram atolados no deserto e o espaço aéreo foi fechado por conta das chuvas”.

No alerta, enviado ao presidente por e-mail e copiado a embaixada da Venezuela em Brasília, a FCCC solicita a reabertura das fronteiras para o recebimento e entrega de ajuda humanitária armazenada em diversos pontos da fronteira da Venezuela com a Colômbia e o Brasil.

A ajuda é essencial à população, tendo em vista a escassez de água e bens de consumo tão carentes nesse momento difícil para todos, para que não sejamos forçados a fazer tal distribuição, especialmente de água pelos céus, como fizemos na guerra do Golfo no Iraque, na chamada Tempestade no Deserto em 1990/91, com raios chuvas e trovoadas.