Ediçao Da Semana

Nº 2741 - 05/08/22 Leia mais

A aprovação da PEC Eleitoral, Proposta de Emenda à Constituição que cria um estado de emergência e permite ampliar diversos benefícios, foi mais uma das medidas eleitoreiras que favorecem o presidente Jair Bolsonaro (PL) a apenas três meses das eleições. As informações são do jornal O Globo.

Até agora, o conjunto de medidas já soma R$ 343,4 bilhões aos cofres públicos. Entre os anúncios, grande parte deste ano, estão a ampliação do Auxílio Brasil, o vale para caminhoneiros, além de antecipações do FGTS e do 13º para aposentados.

Nesta quinta-feira (30), o Senado aprovou um novo pacote, a chamada PEC Eleitoral. A medida do governo federal visa melhorar a popularidade de Bolsonaro na corrida eleitoral, já que todas as pesquisas de intenção de votos mostram o atual presidente atrás de Luiz Inácio Lula da Silva.

Agora, a proposta segue para análise na Câmara dos Deputados. O pacote tenta atingir pontos que incomodam o atual governo neste momento: o preço dos combustíveis e aumento nos valores dos produtos básicos, especialmente alimentos.