Geral

Média móvel de mortes por covid-19 no Brasil fica em 625 neste domingo

A média móvel de mortes por covid-19, que registra as oscilações dos últimos sete dias e elimina distorções entre um número alto de meio de semana e baixo de fim de semana, ficou em 625 neste domingo, 27. Segundo o consórcio de veículos de imprensa, foram registrados 331 novos óbitos nas últimas 24 horas e 16.472 casos.

No total são 191.146 mortes registradas e 7.481.400 pessoas contaminadas no Brasil, segundo o balanço mais recente do consórcio formado por Estadão, G1, O Globo, Extra, Folha e UOL em parceria com 27 secretarias estaduais de Saúde. Os dados foram divulgados às 20h deste domingo.

O Estado de São Paulo, que apresenta os maiores números absolutos do País, chegou a 45.863 mortes e 1.426.176 casos confirmados. De acordo com o governo estadual, o número de novos casos registrados nos últimos 30 dias é 52% maior que o total de casos confirmados nos 100 primeiros dias da pandemia. Entre 27 de novembro a 27 de dezembro, foram 196.909 casos. De 26 de fevereiro a 4 de junho, o Estado contabilizou 129.200.

As taxas de ocupação dos leitos de UTI são de 65,6% na Grande São Paulo e 61,1% no Estado. O número de pacientes internados é de 10.648, sendo 5.806 em enfermaria e 4.842 em unidades de terapia intensiva, conforme dados deste domingo.

O presidente Jair Bolsonaro disse neste domingo que seria acusado de irresponsabilidade se fizesse pressão pela vacina e reforçou que não tem poder para influenciar ações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Bolsonaro também levantou suspeita sobre os possíveis efeitos colaterais dos imunizantes.


+ Rapper implanta diamante de R$ 128 milhões no rosto
+ PR: Jovem desaparecida é encontrada morta; namorado confessa crime
+ Galo bota ovos e surpreende moradores de Santa Catarina

Consórcio dos veículos de imprensa

O balanço de óbitos e casos é resultado da parceria entre os seis meios de comunicação que passaram a trabalhar, desde o dia 8 de junho, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 Estados e no Distrito Federal. A iniciativa inédita é uma resposta à decisão do governo Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia, mas foi mantida após os registros governamentais continuarem a ser divulgados.

Neste domingo, o Ministério da Saúde informou que foram registrados 17.246 novos casos e mais 307 mortes pela covid-19 nas últimas 24 horas. No total, segundo a pasta, são 7.465.806 pessoas infectadas e 190.795 óbitos. Os números são diferentes do compilado pelo consórcio de veículos de imprensa principalmente por causa do horário de coleta dos dados.

Veja também

+ Aprenda a preparar o delicioso espaguete a carbonara
+ Vídeo: o passo a passo de como fazer ovo de Páscoa
+ Cientistas desvendam mistério das crateras gigantes da Sibéria
+ Sexo: saiba qual é a melhor posição de acordo com o seu signo
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Lissa Aires, modelo do OnlyFans, perde fãs por causa de foto montada em elefante
+ Tatuadora chama atenção ao mostrar “bolha de tinta” no braço
+ Ex-Paquita faz tatuagem íntima; veja vídeo
+ Cataratas do Niágara congelam e as imagens são incríveis
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Editora estreia com o romance La Cucina, uma aventura gastronômia e erótica

v