Geral

MEC revoga portaria que limitava participação de cientistas em congressos

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, revogou na quinta-feira, 6, a portaria que limitava o número de participantes brasileiros em congressos científicos nacionais e internacionais, datada de 31 de dezembro. A mudança ocorre após uma série de críticas de pesquisadores e associações científicas.

O artigo 55 da antiga portaria 2.227 impedia que mais de dois representantes da mesma entidade ou órgão participassem de um congresso ou outro evento científico dentro do País, limitação que era reduzida para uma pessoa no caso de viagens internacionais.

A restrição era imposta mesmo para viagens não pagas pelo governo federal. Ela poderia ser flexibilidade apenas após autorização especial do Ministério da Educação (MEC), em “caráter excepcional” e quando houvesse “necessidade devidamente justificada, por meio de exposição de motivos dos dirigentes das unidade.”

Em janeiro, a Academia Brasileira de Ciências (ABC) e a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) chegaram a enviar uma carta ao ministro, na qual diziam que a antiga portaria acarretaria em um “um risco iminente para missões bilaterais e grandes colaborações internacionais, nas quais a participação brasileira tem tido grande destaque.”


+ Grávida do quinto filho, influenciadora morre aos 36 anos
+ Após assassinar a esposa, marido usou cartão da vítima para fazer compras e viajar com amante

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Ticiane Pinheiro posa de maiô decotado e internautas suspeitam de gravidez
+ Denise Dias faz seguro do bumbum: “Meu patrimônio”
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel