Economia

MCMV deveria ser programa de governo com dotação perene, diz SindusCon-SP

O presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (SindusCon-SP), José Romeu Ferraz Neto, afirmou que o Minha Casa Minha Vida (MCMV) é tão importante que deveria ser programa de governo, com dotação perene. Ele lembrou que nos nove anos de existência, 1,3 milhão de empregos diretos foram gerados e R$ 484 bilhões investidos.

Ferraz Neto comentou que há preocupações no médio prazo em função do que virá a acontecer, citando a discussão sobre a correção do valor do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

“O dinheiro tem de ser carimbado para o setor, até que tenhamos certa estabilidade econômica”, observou o presidente do Sinduscon-SP.

Veja também

+ Entenda como a fase crítica da pandemia de Covid-19 pode ter sido superada em SP
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Ford Ranger supera concorrentes e é líder de vendas
+ Cantora Patricia Marx se assume lésbica aos 46 anos de idade
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior