Economia

McDonald’s vai treinar funcionários para combater assédio e discriminação

McDonald’s vai treinar funcionários para combater assédio e discriminação

.


Por Nivedita Balu

(Reuters) – O McDonald’s disse nesta quarta-feira que vai exigir novos treinamentos e políticas para combater assédio, discriminação e violência em seus 39 mil restaurantes em todo o mundo. 

A rede de fast-food afirma que suas lojas, a maioria dos quais administradas por franqueados, deverão atender aos novos padrões a partir de janeiro de 2022.

A mudança faz parte do plano da empresa para tornar os ambientes mais seguros para trabalhadores, após ter enfrentado vários processos judiciais acusando-a de sujeitar as funcionárias de seus restaurantes a assédio sexual generalizado.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH3D12O-BASEIMAGE


+ Casal posta fotos nus em pontos turísticos e ganha fama na web
+ Após ameaças, soldada da PM denuncia coronel por assédio sexual
+ ‘Raça de víboras’: Andressa Urach critica seguidores que não acreditam em sua fé
+ Mulher morre após ingerir bebida alcoólica e comer 2 ovos



Veja também

+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS