ISTOÉ Gente

MC Maneirinho é intimado pelo crime de apologia ao crime: “Vítima dessa covardia”

Crédito: Reprodução Instagram

Na manhã desta quinta-feira (29), o cantor de funk MC Maneirinho fez um post no Instagram em que mostrou uma intimação que recebeu na justiça. No post, Maneirinho disse que está sendo acusado de fazer apologia ao crime em suas músicas.

“É com muita tristeza no coração que venho informar todos meus fãs e amigos de profissão que fui supreendido com uma intimação. Estou sendo acusado de apologia ao crime. Peços que todos meus seguidores funkeiros e amigos da música que me ajudem nessa. Não posso ver vítima dessa covardia que estão querendo fazer comigo e outros funkeiros. Já não basta tudo que eu tive que passar durante todos esses anos. Quem me conhece sabe do meu caráter e minha dedicação ao meu trampo”, escreveu ela na legenda.

E continuou: “Cantei no Brasil todo, levo alegria para muita gente todo os dias e, o principal, gero empregos para muitos. Mais uma vez peço, nos ajudem. Essa covardia não pode acontecer. Preciso da ajuda de vocês para vencer mais uma batalha. Vim da favela, eu não li e nem assisti a nossa realidade, mas playboy interpretando o que acontece na favela concorre ao Oscar. E nós sofremos essa covardia. Por favor, nos ajudem”.

Na intimação, o MC foi intimado a comparecer a Delegacia de Combate às Drogas no Rio.

Ele recebeu mensagens de apoio dos seguidores e de amigos famosos.

Confira a publicação de MC Maneirinho:

Veja também

+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel