Ediçao Da Semana

Nº 2741 - 05/08/22 Leia mais

De acordo com informações divulgadas pelo UOL, uma cantora e modelo de 28 anos afirmou ter sido estuprada por MC Lan. Ela registrou o boletim de ocorrência nesse domingo (7) no 49º DP, na zona leste de SP. A reportagem teve acesso ao documento, que indica “estupro de vulnerável”.

A assessoria de Lan disse que “ele está à disposição das autoridades para esclarecer os fatos como realmente aconteceram, e que está perplexo com as acusações”. Ele ainda postou vídeos nas redes sociais negando as acusações, e também afirmou que foi à delegacia “por livre e espontânea vontade”.

A assessoria da vítima diz ter entrado em contato com o funkeiro para pedir emprego. “O mesmo dispôs-se a ajudá-la e pediu o endereço dela para que um Uber fosse buscá-la”, diz uma nota também publicada nas redes sociais.

Ainda no texto, a cantora deixa claro que não pretendia manter relações sexuais com Lan. Na sequência, conta que foi ao banheiro e ao voltar, aceitou uma bebida. Após ingerir a bebida, “sentiu-se mal e foi sexualmente abusada por MC Lan. Segundo ela, havia sido colocada alguma substância tóxica na bebida”.

Nos Stories, Lan contou a sua versão: “Fiquei perplexo sim, fiquei revoltado com a situação de falarem que foi estupro. Não existiu de maneira nenhuma estupro, violência sexual. Quem me conhece sabe que não sou um cara agressivo”. A assessoria da cantora, por fim, diz que “os fatos, porém, não ocorreram da forma como o artista alega”.

https://www.instagram.com/p/CMJAakFJtQw/?utm_source=ig_embed