ISTOÉ Gente

MC Gui tem dados usados em auxílio emergencial do governo

Crédito: Reprodução/Instagram

Após Neymar, Silvio Santos, o filho de William Bonner, entre outros famosos terem seus nomes envolvidos no golpe do auxílio emergencial do governo, que tem como objetivo ajudar financeiramente as pessoas que não conseguem renda durante a crise causada pelo novo coronavírus, agora foi a vez do funkeiro MC Gui ter seus dados usados em uma fraude.

As informações pessoais de Guilherme Kaue Castanheira Alves, nome de registro do artista, foram utilizados e aprovados pelo governo federal para o recebimento do auxílio.

Rogério Alves, pai de MC Gui, falou com o UOL e desmentiu que o filho tenha solicitado O benefício. “Meu filho nunca pediu esse auxílio e nem tem porque pedir. Ele tem cinco empresas em seu nome. Como o governo iria liberar esse cadastro? Usaram os dados do meu filho para pedir o auxílio”, disse o patriarca.

Ainda segundo o veículo que teve acesso ao portal de Transparência da Controladoria-Geral da União e com o site da Caixa Econômica Federal, já foi liberada a primeira parcela no valor de R$ 600 do auxílio em nome de Gui e o segundo pagamento já está previsto para ser liberado em breve.

 

+ Menina engasga ao comer máscara dentro de nugget do McDonald’s

Veja também

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Seu cabelo revela o que você come (e seu nível socioeconômico)

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?