Esportes

Mayra conquista prata e Rafael Silva é bronze no Grand Slam de Düsseldorf

Após dois dias de resultados ruins, o judô brasileiro foi duas vezes ao pódio no encerramento do Grand Slam de Düsseldorf, na Alemanha. Neste domingo, Mayra Aguiar faturou a prata e Rafael Silva, o “Baby” (+100kg), ficou com o bronze. Beatriz Souza (+78kg) e Rafael Buzacarini (100kg) perderam suas lutas pela medalha de bronze.

Campeã em Düsseldorf em 2019, Mayra fez a sua estreia no ano olímpico no evento alemão. Em sua campanha, a brasileira venceu por ippon a equatoriana Vanessa Chala, assim como a russa Alexandra Babintseva. Nas quartas de final, passou pela austríaca Bernadette Graff nas punições.

Mayra reencontrou nas semifinais a cubana Kaliema Antomarchi, a quem venceu na final do Pan de Lima, no ano passado, e voltou a derrotá-la, agora no golden score e com um waza-ari. Na decisão, porém, foi imobilizada pela japonesa Shori Hamada, ficando com a medalha de prata.

Sem subir ao pódio no circuito após sofrer fratura na mão em junho de 2019, Baby encerrou o jejum em Düsseldorf. Ele venceu o alemão Erik Abramov, o venezuelano Pedro Pineda, e o bielo-russo Aliaksandr Vakhaviak, o algoz do brasileiro David Moura na primeira rodada.

Porém, nas semifinais, caiu para o georgiano Guram Tushishivili, campeão mundial em 2018. Depois, se recuperou na luta pela medalha de bronze ao derrotar o húngaro Richard Sipocz pelas punições.

Buzacarini (100kg) venceu Daniel Dichev, da Bulgária, Danilo Pantic, de Montenegro, Karl-Richard Frey, da Alemanha, e Giorgi Chikovani, da Geórgia. Mas perdeu nas semifinais para o usbeque Mukhammadkharim Khurramov e na luta pelo bronze para o húngaro Miklos Cirjenics.

Beatriz (+78kg) derrotou Paula Kulag, da Polônia, e Nina Cutro-Kelly, dos Estados Unidos, ambas por ippon, e perdeu nas quartas de final para a azeri Irina Kindzerska. Na repescagem, venceu Nihel Chekh Rourhou, da Tunísia. Só que perdeu para a cubana Idalys Ortiz, a número 1 do mundo, na luta pelo bronze.

Outros quatro brasileiros – David Moura (+100kg), Maria Suelen Altheman (+78kg), Rafael Macedo (90kg) e Leonardo Gonçalves (100kg) – competiram neste domingo em Düsseldorf e foram eliminados nas etapas preliminares.

Os judocas brasileiros voltarão a competir daqui a duas semanas, no Grand Prix de Rabat, no Marrocos, de 6 a 8 de março, e no Aberto Pan-Americano de Bariloche, na Argentina, nos dias 7 e 8.

Veja também

+ Toyota Corolla Cross é SUV do Corolla para brigar com Jeep Compass e cia; confira imagens oficias
+ Robert De Niro reduz limite do cartão da ex-mulher e diz que coronavírus implodiu suas finanças
+ Dancinha de Miley Cyrus com namorado no TikTok viraliza e ganha versões brasileiras
+ Kawazaki suspende suas vendas na França
+ MasterChef estreia sem "supercampeão" e cheio de mudanças
+ Gafanhotos: cidade na Bahia enfrenta invasão de insetos
+ Coronel da PM diz que Bolsonaro é ‘falastrão’ e renuncia à entidade de Oficiais
+ A “primavera das bikes” pós-pandemia vai chegar ao Brasil?
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior