ISTOÉ Gente

Mayra Cardi afirma que não controla celular de Arthur Aguiar: ‘Segura de mim’

Crédito: Reprodução/Instagram

Mayra Cardi deu uma nova chance para Arthur Aguiar, após acusá-lo de uma série de infidelidades. Em conversa com a Quem, a life coach afirmou que não tem as senhas das redes sociais do companheiro e que não controla o celular dele.

“Uma coisa que desde o começo deixei claro para mim antes de tomar a decisão de voltar, é que eu preciso estar segura de mim. Se eu tiver que entrar nessa pira de ter que ficar olhando o celular dele, vou estar fazendo mal para mim mesma. Ele tem que querer estar comigo e quando a gente chega ao ponto de vasculhar a vida do cara para ver se ele está fazendo alguma coisa errada, você deixa de acreditar que ele queria estar com você. Se ele não quiser estar comigo, eu quero que se vá!”, disse.


“Quero que ele queira estar comigo. Caso contrário, vira uma questão doentia. Não somos adeptos, vivemos de maneira saudável. Se eu ficasse olhando as coisas dele, eu teria invertido a situação e me tornado abusiva. Tem que acreditar que está ali dando o seu melhor”, explicou.

A life coach diz que acredita na transformação do companheiro e que mesmo que ele volte a cometer os erros do passado, está em paz com a sua consciência e decisão.

“Trabalho com a transformação de pessoas, se eu não acreditasse na transformação dentro da minha casa, eu poderia começar a trabalhar com outra coisa. Hoje estou muito segura do que eu quero, independentemente do que venha acontecer no futuro. Eu sei o que quero hoje e vou dar o meu melhor. No fim da noite, no seu travesseiro, você tem que estar em paz com você mesma.”

Para chegar a esse ponto de maturidade, Maíra teve que ter paciência e esperar o tempo provar que ele era um novo homem. Ela diz que além de Arthur, ela também mudou.

“A dificuldade maior foi dele mesmo se reconstruir. Precisou de tempo. Ele é uma outra pessoa e eu também. Com tudo isso, reavaliei as coisas, como a nossa relação com a minha filha Sophia mesmo e com a família. De colocar na balança o que importa e o que não importa. No meio de tudo isso veio a minha relação com Deus, eu não acreditava em Deus. Às vezes, a gente precisa passar por um caos para entender que não é autossuficiente o bastante. Para mim mudou tudo. Minha vida é completamente diferente. Quando duas pessoas mudam e estão pré-dispostas a dar o seu melhor, tudo muda”, avalia.