ISTOÉ Gente

Mastruz com Leite se pronuncia após vocalista acusar outro integrante de assédio

Crédito: Reprodução/Instagram

Larissa Ferreira, vocalista da banda Mastruz com Leite, fez uma denúncia em seu Instagram. A cantora disse que foi assediada por outro integrante da banda, enquanto ela e o marido Jean [baterista da banda] dormiam em coma alcóolico.


‘Você é gorda’: Rafinha Bastos relembra bronca que deu em Preta Gil no CQC

Tripé? MC Créu revela que se equilibrava com o pênis ao abrir as pernas

“Foi o Jean que colocou essa pessoa na banda na época, e essa pessoa se juntou a nós nessa noite. Eu não tenho costume de beber. Eu fiquei em coma alcoólico, e o Jean [seu marido] também. Fomos dormir a uma hora da manhã. Esse homem ficou no nosso quarto. Já começa errado por aí. Ele ficou na redinha da minha filha. Era pra ter tido coerência, já que aqui tem mais dois quartos”, começou Larissa no relato.

Ela e o marido tinham acabado de voltar de viagem e, com muito sono, dormiram. “Senti uma pessoa tocando no meu corpo, beijando meu rosto, me cheirando e segurando minha mão nas partes íntimas dela. E eu deitada na minha cama, no meu quarto, com meu marido do lado. A pessoa abusou de mim, estava me assediando, um companheiro de trabalho. Eu me mexi, mas não abri o olho em nenhum momento. Eu sabia que se eu desse alarme, Jean ia matar esse homem aqui dentro de casa. Senti que ele saiu de perto.”

“Não sabia se ele iria me entender, se iria atrás tirar satisfação. Só sei que fiquei com uma crise grande de ansiedade. Passei a semana todinha vomitando. Não tive coragem, até que me abri. A primeira pessoa que falei foi a Mara [colega de banda]. Ela até cogitou de eu não falar para o Jean, com medo dele fazer uma merda grande, mas aquilo estava me comendo por dentro. Não ia conseguir ficar no mesmo ambiente que esse homem. Estou em tempo de morrer de ansiedade esses dias. Rebeca me apoiou totalmente, mas faltava meia hora para a gente viajar e ela falou que não poderia fazer nada na hora, mas que iria resolver. Viajei esses três dias em que a Renara [outra vocalista] não estava presente. Aguentei, fique à base de remédio controlado. As medidas já foram tomadas. Rebeca disse que eu não tinha culpa. Nenhuma mulher tem culpa de ser abusada. Eu estava vestida, e mesmo que eu estivesse nua, ninguém tem o direito de tocar numa mulher se ela não deixar. Mas foi muita covardia, eu estava dormindo”, continuou Larissa.

Por fim, a cantora diz que passou muito mal após o abuso, e que isso deixou sua saúde debilitada. “Eu emagreci mais foi de vomitar por crise de ansiedade. Ainda aguentei uma semana no mesmo ambiente que esse monstro, ogro, ridículo e marginal. Esse cara está fora. Se esse cara não fosse sair, eu e Jean sairíamos. Quem não tem crise de ansiedade, pode achar que é besteira. Eu vou procurar ajuda porque está passando dos limites. Se tivesse acontecido com a minha filha, eu teria que matar uma pessoa dessa. Estou com vergonha e enojada, e sei que não tenho culpa… eu já tenho outras marcas, já passei por outras coisas quando era adolescente, mas isso foi um gatilho pra eu cair de vez”, completou.

A Mastruz Com Leite se pronunciou sobre a denúncia de Larissa. “Nós da banda Mastruz com Leite nos solidarizamos à nossa cantora Larissa Ferreira, que relatou em suas redes sociais ter sofrido assédio em sua casa, por outro integrante da banda. A empresa já está tomando as medidas quanto ao músico e está providenciando apoio à cantora, que está fragilizada, mas acolhida pela família e amigos. A Banda Mastruz com Leite reforça que repudia toda e qualquer forma de abuso contra mulheres, seja físico, psicológico ou sexual. Seguimos dando assistência e oferecendo suporte para Larissa.”