Esportes

Martine/Kahena mantém 100% após ouro no Rio-2016 e vencem Copa do Mundo em Miami

Desde a conquista inédita da medalha de ouro nos Jogos Olímpicos do Rio-2016, as brasileiras Martine Grael e Kahena Kunze não sabem o que ficar fora do lugar mais alto de um pódio. Neste sábado, as duas competidoras da classe 49er FX faturaram o título da etapa de Miami da Copa do Mundo de Vela, nos Estados Unidos, a primeira da temporada de 2017.

Para manter os 100% desde a Olimpíada – há duas semanas, as duas foram campeãs do Miami Midwinter -, Martine Grael e Kahena Kunze venceram a regata da “medal race”, que vale o dobro da pontuação, neste sábado. Com boa regularidade nas regatas da fase de classificação, as brasileiras entraram na água precisando apenas de um nono lugar, mas fizeram o melhor.

As duas velejadoras fecharam a etapa de Miami da Copa do Mundo com apenas 35 pontos perdidos. A prata ficou com as norueguesas Ragna e Maia Agerup (56 pontos). As argentinas Victoria Travascio e Maria Branz (69 pontos) levaram o bronze.

O Brasil ainda tem a chance de conquistar mais um título em Miami. Quarto colocado na Olimpíada do Rio, Jorge Zarif lidera a classe Finn, que tem a “medal race” neste domingo. Ele tem 17 pontos perdidos contra 37 do britânico Ben Cornish.

Quem também compete neste domingo, mas já sem chances de título, são Bruno Fontes – oitavo lugar na classe Laser – e a dupla Henrique Haddad e Breno Abdulklech – em nono na classe 470 Masculina. Fora da regata medal race estão Bruna Martinelli Cesário de Mello – 17.ª colocada na classe RS:X Feminina – e Gabriella Kidd – 25.ª na classe Laser Radial.

Na última sexta-feira, em sua segunda competição em uma nova classe, a 49er, Robert Scheidt encerrou a sua participação em Miami com um saldo positivo. Ao lado do proeiro Gabriel Borges, conseguiu o 16.º lugar na disputa que reuniu 26 barcos com os melhores velejadores do planeta. Com isso, a meta de ganhar experiência na nova categoria foi cumprida.