Economia

Martin Baron, editor-chefe do Washington Post e lenda do jornalismo, se aposenta

Martin Baron, editor-chefe do Washington Post e lenda do jornalismo, se aposenta

Marty Baron em Atlanta em novembro de 2019 - AFP

O editor-chefe do Washington Post, Martin Baron, famoso por seu papel na descoberta do escândalo envolvendo abusos sexuais dentro da Igreja Católica em Boston, anunciou nesta terça-feira (26) que se aposentará em fevereiro.

Baron, de 66 anos, da Flórida, estava à frente da redação do Post desde 2013, após 11 anos como editor-chefe do The Boston Globe. Sob sua liderança, o Washington Post recebeu 10 Pulitzer, o prêmio de maior prestígio do jornalismo americano.

Martin Baron, mais conhecido como Marty, soube se adaptar após a compra do jornal pelo fundador da Amazon, Jeff Bezos, fato que marcou o início de uma nova era para o respeitado jornal da capital federal.

Baron começou sua carreira no Miami Herald em 1976, e sempre deu grande importância ao jornalismo investigativo.

O filme “Spotlight – Segredos Revelados”, baseado na investigação realizada por uma equipe de jornalistas do Boston Globe sobre casos de abuso sexual dentro da Igreja Católica local, o catapultou para a fama.


+ Rapper implanta diamante de R$ 128 milhões no rosto
+ PR: Jovem desaparecida é encontrada morta; namorado confessa crime
+ Galo bota ovos e surpreende moradores de Santa Catarina

Interpretado pelo ator Liev Schreiber, Baron é apresentado pelo filme como um editor-chefe de intuição incomum e integridade exemplar, que deu carta branca a sua redação para realizar um trabalho que rendeu um Pulitzer em 2003.

Com Baron, o Washington Post experimentou “um renascimento”, disse Fred Ryan, diretor de publicação do Post, citado pelo jornal nesta terça.

Sob a direção de Baron e com o impulso de Bezos, o jornal sempre associado às revelações do escândalo Watergate acelerou sua entrada no mundo digital e se diversificou significativamente.

Durante os oito anos de Baron no comando do Post, o número de jornalistas quase dobrou: foi de 580 para mais de mil hoje.

No total, as redações lideradas por Baron ganharam 17 prêmios Pulitzer.

v

Veja também

+ Aprenda a preparar o delicioso espaguete a carbonara
+ Vídeo: o passo a passo de como fazer ovo de Páscoa
+ Cientistas desvendam mistério das crateras gigantes da Sibéria
+ Sexo: saiba qual é a melhor posição de acordo com o seu signo
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Os 4 signos mais psicopatas do zodíaco
+ Cataratas do Niágara congelam e as imagens são incríveis
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Editora estreia com o romance La Cucina, uma aventura gastronômia e erótica