Cultura

Marjorie Estiano: O resultado é sempre mérito da equipe

Entrevista: Marjorie Estiano

Carolina passou por vários momentos dramáticos ao longo da série, como de autoflagelo. Mas você acredita que esta temporada é a mais dramática para a personagem?

Não poderia afirmar isso… Nas três temporadas, a personagem se deparou com conflitos de ordem muito profunda e complexa. As três temporadas revelam enfrentamentos e todos sempre somando em um repertório de experiências.

Fale do desafio de gravar os planos-sequência desta temporada.

Estávamos nervosos, excitados. Havia muita informação para apreender em muito pouco tempo. Ao mesmo tempo, foi muito especial porque ficamos em um estado de maior conexão com o todo. Fiquei especialmente nervosa porque eu estava doente naquele dia e esse episódio era muito vigoroso, despendia muita energia física e emocional. Não vi nada até ir ao ar. Assisti junto com todo mundo e fiquei emocionada com o resultado.

Como foi receber a onda de elogios por sua atuação nessas cenas dos planos-sequência?

Ficamos muito orgulhos. Falo em nome da equipe, o resultado é sempre um mérito da equipe, mas em um plano-sequência isso ficou ainda mais exacerbado. É a excelência do conjunto, de fato. Andrucha, Fernando Young, Lula Cerri, Felipe Lima, Jorge Saldanha… Câmera, foco, luz, som, elenco, elenco de apoio, contrarregra, coordenadores, assistentes, maquiagem, efeito… Todos, todos.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.