Esportes

Marinho fala sobre recuperação de lesão, ansiedade para voltar a jogar e parceria ofensiva no Santos

Um dos principais nomes do elenco, atacante ficou de fora de 11 dos 12 jogos do Peixe no ano por conta de uma entrose no tornozelo

Marinho fala sobre recuperação de lesão, ansiedade para voltar a jogar e parceria ofensiva no Santos

Se tem um jogador do Santos que está ansioso para que a bola volte a rolar no futebol brasileiro, é Marinho. Por mais que todos os atletas do Peixe estejam a mais de 100 dias sem jogar, o atacante pode acrescentar o dobro de tempo nessa conta.

Isso porque Marinho sofreu uma entrose no tornozelo esquerdo logo na primeira partida do ano, no empate em 0 a 0 contra o Red Bull Bragantino, pela primeira rodada do Paulistão, na Vila Belmiro, no longínquo dia 23 de janeiro, e estava em fase final de recuperação da lesão quanto as atividades foram suspensas, por conta da pandemia do novo coronavírus.

– Tive uma infelicidade muito grande de quebrar o pé logo no primeiro jogo do ano. E justamente quando estava próximo de voltar, aconteceu a parada (pandemia). Mas já saí do clube em março praticamente recuperado, então reinei bastante em casa para a aprimorar a parte física e não sentir tanta diferença neste retorno aos treinos – disse o camisa 11 ao site oficial do Peixe.

O jogador compara a ansiedade para a volta dos jogos oficiais como de “uma criança quando vê a bola rolando”.

–Passou só uma semana, mas já estou tipo uma criança quando vê a bola rolando e já quer sair correndo com ela, Mas sabemos que precisamos ir aos porquinhos, pois ficamos muito tempo parados. Temos esse tempo para recuperar toda a condição e voltarmos com era antes – pontuou.

A volta do Marinho fará com que o técnico Jesualdo Ferreira tenha o trio “MSS” à disposição pela primeira vez desde que assumiu o clube, no dia 8 de janeiro. Um terço dos gols do Santos em 2019 saiu dos pés do trio ofensivo. Neste ano, Soteldo ficou fora dos quatro primeiros jogos, por defender a Seleção Venezuela no torneio pré-olímpico, enquanto Marinho ficou 11 jogos fora por lesão.

– Ano passado nós três fizemos grandes apresentações e conseguimos ajudar bastante a equipe – afirmou.

– Tenho certeza que, estando todos 100%, vamos voltar muito fortes quando os jogos começarem. Tá ligado que esse ataque é embaçado, né? – acrescentou de forma bem-humorada.

No Santos desde o ano passado, Marinho tem 29 jogos e um gol marcado com a camisa santista, sendo um dos jogadores do atual elenco mais identificados com a torcida.

Veja também

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Jack Daniel’s com maçã começa a ser vendido no Brasil

+ No Twitter, aparecem fotos do navio que transportou nitrato de amônio para Beirute

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Gésio Amadeu, o Chefe Chico de Chiquititas, morre após contrair Covid-19

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?