Gente

Marina Ruy Barbosa está (quase) de férias

Crédito: Nicole Heiniger

A atriz Marina Ruy Barbosa, 24, está curtindo suas raras férias da TV. Ela emendou dois filmes e duas novelas, a última delas “O Sétimo Guardião”, da Rede Globo, na qual interpretou a corajosa Luz, e decidiu que era hora de descansar: “O respiro é saudável e fundamental para zerar o HD e reciclar o olhar, as inspirações. Um ator também se alimenta disso”. Apesar de se esforçar cada vez mais para se desconectar totalmente, ela confessa que é difícil. Não é para menos. Hoje a ruiva mais valiosa do mercado publicitário brasileiro tem contrato com seis grandes marcas. “O que faço é dar umas fugidas, especialmente depois do meu casamento, para viagens não muito longas”, diz ela. Além de curtir o marido Xandinho Negrão, piloto de stock car, e causar com as campanhas, como a que surpreendeu o público ao surgir loira platinada, Marina pretende usar o tempo livre para se reciclar como atriz. “Quero me cansar estudando”, diz.

Ziraldo vivíssimo

Picasa

Para a alegria do público, Ziraldo, 86, não para de criar. Além de comemorar 50 anos da criação dos icônicos “Flicts” e “Supermãe”, ele chega à Bienal do Livro do RJ com novidades. Lançará “Do Ré Zi”, uma parceria com Mig e Gustavo Luiz, e “5, 4, 3, 2, 1 – Mônica e Menino Maluquinho perdidos no espaço”, com Mauricio de Sousa e Manuel Filho.

Como foi criar “Supermãe”?
Esse e outros cartoons e charges foram responsáveis por eu gostar muito de escrever, um gosto que não se sobressaía na minha infância. Com essas experiências, percebi que poderia usar a capacidade de escrever e desenhar para fazer livros para crianças.

E “Flicts”?
Escrevi em 1969, foi meu primeiro livro infantil. Todos meus livros são importantes pra mim. Na verdade, criei um montão de personagens, mas sou mesmo parecido é com a Supermãe, com certeza! Tenho muito dela ou ela de mim, como preferir.

O que o Ziraldo de hoje diria para o Ziraldo garoto?
Todo mundo pode ser feliz em qualquer lugar, em qualquer época. E é sempre bom ser criança, sempre!

Um irmão para Titi

Divulgação

Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank voltaram de viagem do Malawi, na África, com a família maior. Na terça-feira 30 eles publicaram pela primeira vez em suas redes sociais a foto de Bless, seu caçula adotivo, de 4 anos. O casal sempre quis mais filhos, mas quem estava mesmo ansiosa com a chegada do novo integrante era Titi, apelido de Chissomo, de 6 anos, a primeira filha do casal. Além dos pais adotivos, em comum os irmãos têm o continente de origem, a África, e o significado de seus nomes: Bless é “abençoar” e Chissomo, “graça divina”.

Bowie nos palcos

A atriz Carla Salle, 27, se prepara para estrear em musicais. Ela interpretará a personagem Elly em “Lazarus” (estreia em 22/08), peça inspirada no filme “O Homem que Veio do Espaço”, de 1976 estrelado por David Bowie. Ela se diz apaixonada pelo cantor, afirmando que “ele mudava a direção da sociedade com a arte”. Serão apresentadas 18 músicas de Bowie no espetáculo.

Com medalha

Cinara Piccolo / Divulgação

Com medalha e sem maquiagem a catarinense Duda Amorim, de 32 anos, foi considerada a melhor campeã do mundo em 2014 e fez jus ao título na terça-feira 30, na final dos Jogos Pan-Americanos em Lima. Ela liderou a Seleção Brasileira de Handbol Feminino na vitória contra a Argentina e o time levou a medalha de ouro. E uma curiosidade sobre a atleta: diferentemente da maioria das mulheres, a catarinense de 1,86 METRO viaja sem levar nenhuma maquiagem na bagagem — no máximo, um protetor labial.