Brasil

Marcelo Odebrecht deixa prisão domiciliar e visita sede da empreiteira

Marcelo Odebrecht deixa prisão domiciliar e visita sede da empreiteira

(Arquivo) O empresário Marcelo Odebrecht - AFP/Arquivos

Era pouco mais de duas horas, quando Marcelo Odebrecht chegou à sede da empreiteira, na Marginal Pinheiros, em São Paulo, quatro anos depois de ser preso na Operação Lava Jato. O empresário – um dos principais personagens do maior escândalo de corrupção da história País – teve a progressão da pena para o regime semiaberto autorizada nesta quarta-feira, 11. E o primeiro lugar visitado foi o prédio da empresa.

Marcelo chegou logo depois que muitos funcionários tinham acabado de voltar do almoço – e causou surpresa. Ninguém sabia da decisão da Justiça, muito menos que ele iria à empresa. Acompanhado de advogados, ele passou por alguns andares e cumprimentou cada empregado. Em troca, recebeu sorrisos e mensagens de apoio, segundo fontes ouvidas pela reportagem. “Vi uma reação humana de pessoas que trabalharam anos com o Marcelo”, diz um executivo, que prefere não se identificar.

De acordo com funcionários, Marcelo estava bem fisicamente e vestia roupa social, de escritório. Apesar da postura austera, estava sorridente, diz uma outra fonte. O acionista da Odebrecht, que estava em prisão domiciliar desde dezembro de 2017, passou cerca de uma hora no prédio da empresa.

Veja também

+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel