Esportes

Marcelo Moreno exalta jogo do Cruzeiro e Thiago pede: ‘Hora de levantar a cabeça’

Apesar da derrota, o Cruzeiro não mostrou abatimento com a derrota no clássico para o Atlético por 2 a 1, neste sábado, no Mineirão, pelo Campeonato Mineiro. O atacante Marcelo Moreno, principal referência da equipe de Adilson Batista, mostrou muita frieza ao comentar o revés.

“Foi uma derrota que é difícil pra gente, porque foi um dos melhores jogos que a gente teve desde minha chegada. A gente controlou o segundo tempo quase todo, mas eles conseguiram um lindo gol no final e a vitória”, disse o boliviano.


O atacante Thiago, apesar da juventude – tem apenas 18 anos -, não se abalou com a derrota. Ele marcou o gol de empate que deu um respiro ao time celeste. No entanto, a equipe não resistiu e perdeu com um chute no ângulo de Otero.

“A equipe jogou bem. Tentamos trabalhar a bola, ter um bom desempenho no Mineirão. A equipe está de parabéns pela determinação. É levantar a cabeça e pensar no próximo jogo”, concluiu o atacante.

Já o técnico Adilson Batista exaltou o time do Cruzeiro e não deixou de parabenizar o meia Otero, grande destaque do clássico. “Senti orgulho deles. Em relação ao último gol, tem que dar méritos ao batedor. Ele (Otero) bate muito bem na bola. Acertou a bola no ângulo. Pelo segundo tempo, não merecíamos a derrota. A gente fica triste pelo resultado. Não estou me desculpando, mas temos que entender que é um processo. A equipe demonstrou empenho, vontade. Demonstrou organização, que estavam nos cobrando”, finalizou.

Com a derrota, o Cruzeiro ficou na quinta colocação, com 14 pontos, contra 15 do Atlético, que pulou para a vice-liderança.