Esporte

Marcelo Moreno ‘de coração e alma’ contra o Brasil nas eliminatórias

O atacante Marcelo Moreno, destaque da seleção boliviana que enfrentará o Brasil na próxima quinta-feira, em Natal, pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, avisou que vai “colocar o coração e alma em campo” para ganhar a partida.

“Estamos todos de olho no mesmo objetivo, querendo dar o melhor, colocando alma e coração em campo para ganhar do Brasil”, afirmou o jogador 29 anos, pouco depois de chegar a Santa Cruz de la Sierra, sua cidade natal, onde os bolivianos estão concentrados para participar da partida.

Moreno, que tem pai brasileiro e mãe boliviana, já jogou no Cruzeiro, Vitória, Flamengo e Grêmio, mas defende hoje o Changchun Yatai, da China.

Ele foi o último a chegar na concentração, por isso não participou do primeiro treino, realizado no sábado, sob chuva.

Moreno deve formar a dupla de ataque com outro ‘velho conhecido’ do torcedor brasileiro, o atacante Rodrigo Ramallo, do Vitória.

“A seleção brasileira tem um ataque muito bom, muito jovem, e está passando por um bom momento. Eles têm muita qualidade, mas sabemos como enfrentar grandes equipes. Vamos tentar lutar de igual para igual, mesmo jogando fora de casa”, avisou.

O técnico da Bolívia, o argentino Ángel Guillermo Hoyos, declarou que seus jogadores “precisam estar muito concentrados e atentos, porque desconhecer o valor da seleção brasileira seria um pecado”.

O treinador também falou sobre Neymar, que vem suprindo com brilho a ausência de Messi no Barcelona. “Tomara que não esteja iluminado. Acho que é um jogador que está deixando sua marca no futebol mundial. Sabemos todo que ele é o cara que desequilibra”, completou.

Hoyos assumiu o comando da seleção boliviana em agosto e teve um bom início, com vitória em casa no clássico andino com o Peru (2-0) e empate sem gols com o Chile, atual bicampeão continental, em Santiago.

A Bolívia ocupa a oitava posição, com sete pontos, oito atrás do Brasil, que é vice-líder das eliminatórias.

rb/ma/lg