Médica ginecologista e obstetra com especialização em sexualidade, a ex-BBB e genital influencer Marcela Mc Gowan anuncia para o dia … a inauguração de um sonho: um espaço físico em São Paulo onde as mulheres poderão se reunir para rir, beber, comer e mergulhar num universo de brinquedinhos sexuais e toda uma literatura capaz de abastecer seu repertório de prazeres.

Não que a presença dos meninos não seja bem-vinda, mas a verdade é que faltava um lugar para acolher e multiplicar vozes femininas historicamente oprimidas quando o assunto é falar e entender a própria sexualidade. Fiel defensora da proposta de abordar o assunto pela ótica feminina, trabalho que vem construindo há alguns anos, Marcela aproveita a abertura do espaço físico que consolida suas premissas por meio de uma nova marca, a Magix.

É nesse contexto que nasce o Clitaverso, universo paralelo ao do clitóris, como explica a autora da ideia: “Eu queria um espaço que fosse mágico mesmo, que levasse as pessoas para um outro lugar. Então, a gente criou a expressão Clitaverso, universo paralelo do clitóris, onde a história da sexualidade vai ser contada do ponto de vista que a gente quiser.”

“É um lugar para ser acolhedor, divertido, para que o prazer seja vivido sem tabus, sem restrições, e por isso quis trazer também comida e bebida, e não só a loja, no intuito de propor que as pessoas vivenciem prazeres mesmo, de abrir um espaço que vai além de sex toys, que as pessoas possam comer alguma coisa gostosa, tomar um drink , dar risada, que elas estejam nesse lugar seguro para elas fazerem tudo isso, inclusive para expressarem a sexualidade delas de várias maneiras.”

Com a autoridade de quem lançou o livro best seller “Senta Que Nem Moça”, a empresária comandou três temporadas do programa Prazer Feminino no canal GNT, ao lado da também ex-BBB Karol Conká, fazendo do título um dos hits da emissora paga de 2020 para cá.

“Trabalho com sexualidade há anos, mas tinha muita necessidade de materializar isso”, explica Marcela, que ostenta experiências muito bem-sucedidas nas vendas online e busca outros horizontes com o novo espaço. “Queria que as coisas fossem físicas, que as pessoas pudessem tocar, ter um espaço de encontro para expressar essa sexualidade. Nossa proposta é promover ferramentas para que as mulheres desenvolvam uma sexualidade mais positiva e saudável. Nossa missão, e por isso eu falo que é bem ousada, é reescrever a história da sexualidade, que foi sempre contada por homens, sempre com ponto de vista masculino, machista, sobre corpos. E agora a Magix vem reescrever tudo isso do ponto de vista feminino”, comemora a empresária.

Assine nossa newsletter:

Inscreva-se nas nossas newsletters e receba as principais notícias do dia em seu e-mail

Marcela faz certo suspense sobre a identidade visual que determina os contornos da Magix e seu Clitaverso, mas adianta que a aposta da decoração é centrada em conceitos lúdicos, fugindo do estereótipo que normalmente trata as conversas sobre sexo como se fosse coisa velada ou proibida. “O Clitaverso é um espaço seguro pra elas conversarem sobre tudo e se divertirem, se sentirem acolhidas”, explica.

“Desde que como médica me dei conta sobre os milhares de anos que passamos recebendo e reproduzindo mensagens negativas sobre sexo, e como isso nos distanciava dos nossos corpos e do nosso prazer, peguei como missão trabalhar com educação sexual e reescrever o que entendemos como sexualidade feminina. Antes do BBB, eu tinha muito menos visibilidade. Agora tenho uma janela muito maior e que já me reconhece como uma voz ativa.”

“Tenho trabalhado intensamente com conteúdos que deem à mulher o que ela mais precisa, ou seja, informação, que na minha opinião é uma ferramenta poderosa de transformação social. A Magix vem para reforçar esse conceito, ajudar a propagar informações e ajudar as mulheres a perceberem que seus prazeres pessoais estão no foco de sua sexualidade”, conclui.

Mais do que um endereço de comércio de produtos, comidinhas e uns bons drinks, a Magix se agarra ao conceito de sexual care, com o propósito de trabalhar com educação sexual. Formada em sexualidade humana e terapia sexual pela USP, Marcela reforça seu trabalho com um portal onde abraça textos educativos, reportagens, vídeos, contos eróticos, cursos, e-books e, claro, a venda de produtos selecionados por sua curadoria.

E se você está ansiosa(o) para saber onde estará o Clitaverso, muita calma nessa hora. O local será desvendado logo logo.


Siga a IstoÉ no Google News e receba alertas sobre as principais notícias