Televisão

Mara Maravilha divulga fake news e Lívia Andrade comenta: “Se sou eu que falo”

Crédito: Reprodução/Instagram

A cantora Mara Maravilha causou polêmica nesta terça-feira (28) durante o Fofocalizando, do SBT, ao divulgar uma fake news. Ela afirmou que recebeu notícias de que a China teria doado para o Brasil máscaras de proteção que já estariam contaminadas com o novo coronavírus.

Após a fala, Mara foi repreendida pelo jornalista Gabriel Cartolano. “Qual seria o sentido, qual seria a teoria do Estado de entregar uma máscara contaminada, sabendo que a gente vive diante do Sistema Único de Saúde, que pode entrar em colapso a qualquer momento. Então foi por isso que eu falei pra você tomar cuidado com as informações”, disse.

No entanto, Mara reafirmou sua opinião sobre o assuntou. “Eu prefiro fazer a minha máscara, comprar a minha máscara”.

A atriz Lívia Andrade, que foi recentemente afastada do programa por comentar uma fake news sobre igreja de Edir Macedo, também comentou a fala de Mara. “Acho muito louco falar um bagulho desse aí. Se sou eu que falo um bagulho desse, eu vou pro cantinho do castigo pra já. Complicado, hein Brasil”, afirmou.

A notícia citada por Mara já foi desmentida por órgãos de verificação. A fake news foi fabricada com parte do discurso do diretor da OMS (Organização Mundial de Saúde) que foi retirada do contexto e que não falava sobre máscaras vindas da China.