Esportes

Mano Menezes vence o Cruzeiro na Justiça e receberá R$ 2,8 milhões

A Raposa teve outro revés judicial no processo que o treinador movia contra o clube. Sem acordo, a juíza do caso proferiu a sentença a favor de Mano

Mano Menezes vence o Cruzeiro na Justiça e receberá R$ 2,8 milhões

O técnico Mano Menezes, que deixou o Cruzeiro em 2019, conseguiu uma vitória na Justiça do Trabalho contra o clube. Como não houve acordo entre as partes durante o processo, a Juíza Solainy Beltrão dos Santos, da 42ª vara do trabalho, sentenciou a Raposa a pagar ao treinador R$ 2.843.679,61 pelo não cumprimento do termo de rescisão e outros valores atrasados. Ainda haverá um acréscimo no valor da ação por juros e correções monetárias.

Mano receberá menos do que havia pedido em sua ação. Ele pediu R$ 4,3 milhões por por premiações não pagas, diferenças sobre as parcelas rescisórias do seu salário, que tinha como base o valor de R$ 600 mil; pagamento de diferenças salariais relativas à cláusula 5.1 do contrato de trabalho onde o valor do salário bruto deveria ser de R$ 600.000,00 (cláusula 5.1) relativo a janeiro/2019 até a rescisão: R$ 700.000,00; saldo de Salário do mês de Junho de 2019 no valor de R$ 199.597,00;saldo de Salário do mês de Julho de 2019 no valor de R$ 362.903,00.

Também foi pedido pelo treinador: pagamento da multa do artigo 477,§ 8º, da CLT no valor de R$ 600.000,00; pagamento da multa do artigo 467 da CLT, no montante de: R$ 876.249,9; pagamento das diferenças de FGTS no valor de R$ 69.537,77; pagamento dos honorários do procurador da Reclamante na razão de 15% sobre o valor da condenação. O time celeste ainda terá de arcar com os honorários advocatícios, na ordem de R$ 24.404,24.

+ Menina engasga ao comer máscara dentro de nugget do McDonald’s

Outra derrota do Cruzeiro na ação foi o direito de ter o benefício da justiça gratuita, por falta de condições financeiras. Mano Menezes teve negado na sentença a multa em dois artigos da CLT eo pagamento de FGTS em decorrência das diferenças de férias proporcionais acrescidas de um terço.

Ainda não acabou a disputa judicial

Em outro processo, Mano Menezes cobra, como pessoal jurídica, por meio de sua empresa, o pagamento de direitos de imagem no valor de R$ 200 mil.
O documento da ação de Mano, indica que Cruzeiro e o técnico acertaram que o valor devido era de R$ 846.666,66 e deveria ser quitada até 18/08/2019, o que, de acordo com a sua defesa, não ocorreu. O valor atualizado da dívida ja chega a R$ 1.011.374,23.
Mano foi bicampeão mineiro(2018 e 2019), e bicampeão da Copa do Brasil(2017 e 2018) pela Raposa. Ele ficou mais de três anos em sua segunda passagem pelo clube.

Veja também

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Jack Daniel’s com maçã começa a ser vendido no Brasil

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Gésio Amadeu, o Chefe Chico de Chiquititas, morre após contrair Covid-19

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?