Geral

Manifestantes pró-governo se fantasiam de lagosta e pedem ‘Lava Toga’ no DF

Em ato de apoio ao governo Bolsonaro em Brasília, um grupo de pessoas em um dos trios elétricos se fantasiou de lagosta, em forma de protesto ao edital do Supremo Tribunal Federal (STF) que prevê refeições com lagosta e vinhos com premiação internacional.

Entre os gritos de defesa de pautas encampadas pelo governo, como a reforma da Previdência e o pacote anticrime e anticorrupção, o STF se tornou alvo. Há várias faixas e cartazes pedindo a instauração da CPI da “Lava Toga”, uma comissão parlamentar de inquérito para investigar o “ativismo judicial” em tribunais superiores.

De cima do trio onde estão os fantasiados de lagosta, manifestantes pedem pela instauração da CPI e reclamam da atuação da Suprema Corte. “A gente prende, eles soltam”, disse um dos participantes do protesto. “É muita palhaçada do STF, vamos exigir a CPI da Lava Toga”, acrescentou, completando que “motivos não faltam” para a apuração.

O chamado Centrão, que reúne parlamentares de Centro no Congresso, também é alvo de insatisfação. Segundo a última estimativa da Policia Militar, a manifestação em Brasília conta com 10 mil pessoas. Uma das faixas diz #foraMaia, em referência ao presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM-RJ), e #foraSTF. “Alô Rodrigo Maia, o povo não é bobo. Ele sabe que você foi eleito pelo manto da impunidade”, diz um dos manifestantes do trio.

Veja também

+ Maria Zilda relembra como soube que Ary Fontoura era gay: “A coisa mais incrível que já ouvi”
+ Toyota Corolla Cross é SUV do Corolla para brigar com Jeep Compass e cia; confira imagens oficias
+ Robert De Niro reduz limite do cartão da ex-mulher e diz que coronavírus implodiu suas finanças
+ MasterChef estreia sem "supercampeão" e cheio de mudanças
+ Gafanhotos: cidade na Bahia enfrenta invasão de insetos
+ Coronel da PM diz que Bolsonaro é ‘falastrão’ e renuncia à entidade de Oficiais
+ A “primavera das bikes” pós-pandemia vai chegar ao Brasil?
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior