Brasil

Manifestantes fazem ato em frente a supermercado onde jovem foi morto

Manifestantes fazem ato em frente a supermercado onde jovem foi morto

Foto: Reprodução/Twitter

Uma manifestação foi realizada na tarde deste domingo (17) em frente ao supermercado Extra na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro (RJ) em protesto contra a morte de Pedro Henrique Gonzaga, de 25 anos. O jovem  foi agredido na última quinta-feira (15) com um ‘mata-leão’ por um segurança do estabelecimento. As informações são do G1.

+ Mourão, sobre ser vice de Bolsonaro em 2022: ‘Estou trabalhando para isso’

Cartazes com dizeres como “Vidas negras importam” e “Minha cor não é um crime” foram colados na grade de proteção do local.

O corpo de Pedro Henrique foi enterrado neste sábado (16) no Cemitério Jardim da Saudade. Parentes contaram ao G1 que a vítima tinha um filho de apenas oito meses.   O segurança, identificado como Davi Ricardo Moreira, foi preso.

Além do ato do Rio Janeiro, outras manifestações foram marcadas em Belo Horizonte, São Paulo, Fortaleza, Mato Grosso do Sul e Recife. Nas redes sociais, dezenas de fotos das manifestações foram postadas com a hashtag #VidasNegrasImportam.

Veja também

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Ford anuncia local e investimento de US$ 700 milhões em fábrica que criará F-150 elétrico

+ Hubble mostra nova imagem de Júpiter e sua lua Europa

+ RJ: tráfico promete caçar quem gravou equipe do Bravo da Rocinha: ‘Vai morrer’

+ Após morte de cachorro, Gabriela Pugliesi adota nova cadela

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea