Brasil

Manifestantes desocupam triplex atribuído a Lula

SÃO PAULO, 16 ABR (ANSA) – Após cerca de quatro horas de ocupação, os manifestantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) e da Frente Povo Sem Medo que haviam invadido o triplex no Guarujá (SP) atribuído ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deixaram o imóvel.   

Segundo o militante Josué Rocha, citado pelo portal “G1”, a retirada foi decidida por receio de uma ação de reintegração de posse e da prisão dos manifestantes, que haviam entrado no prédio ao quebrar o portão do estacionamento. Cerca de 50 pessoas participaram do ato.   

Na varanda do apartamento, os militantes estenderam diversas faixas, inclusive uma com a frase “Se é do Lula, é nosso”. O imóvel teria sido dado ao ex-presidente como forma de propina pela OAS, mas o petista nega ser seu proprietário. Ainda assim, cumpre pena de 12 anos e um mês de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. (ANSA)