Brasil

Mandetta diz que até agosto devemos voltar a números ‘normais’ da Covid-19

Crédito: Isac Nóbrega/PR

O ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta afirmou na segunda-feira (15) que os números da pandemia do novo coronavírus no país deverão estar mais próximos do controle em agosto.

“O Brasil é um continente. Eu prefiro dizer que a epidemia brasileira é feita de várias cidades com epidemias em momentos diferentes. O somatório disso tudo, no final da história, é que poderemos falar que a epidemia brasileira se comportou assim. Eu falei nas coletivas que seriam 20 semanas muito duras, ‘vai separar menino de homem’. Vinte semanas, se parte de março, a gente está falando de até agosto”, afirmou em entrevista ao Uol.

Para Mandetta, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) comete “erros primitivos” à frente da luta contra o coronavírus. “Acharam que era uma gripezinha, que ia passar com cloroquina, mas a doença se tornou muito agressiva. Conduzir a pandemia com os olhos do mundo voltados para nós com a referência do que não deve ser feito acaba levando a alguns erros impensáveis. As pessoas sob pressão crescem, mas alguns líderes cometem erros primitivos”, afirmou ao Uol.

Veja também
+ Corpo de Gabby Petito é encontrado, diz site; legista afirma que foi homicídio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Instituto Gabriel Medina fecha portas em Maresias
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio