Esportes

Mancini explica como pretende administrar a entrada de jovens no Corinthians: ‘Sem peso excessivo’

Técnico do Timão elogiou a participação dos garotos no Nabi Abi Chedid, neste domingo, contra o Red Bull Bragantino. Para ele Rodrigo Varanda e Cauê abriram possibilidades


Se o resultado não foi bom ao empatar em 0 a 0 com o Red Bull Bragantino, fora de casa, o Corinthians saiu de campo com boas notícias por conta da estreia de dois jovens da base do clube que foram promovidos recentemente: Rodrigo Varanda e Cauê, que foram muito elogiados por Vagner Mancini. O treinador, porém, pretende não pesar a mão na pressão com os garotos.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Paulistão-2021 clicando aqui

GALERIA
> Quem está voltando ao seu clube do coração após empréstimo? Confira!

Em entrevista coletiva após a partida no Nabi Abi Chedid, o comandante corintiano explicou que vai administrar com cautela a inclusão desses jovens e que vai criar um ambiente e um esquema favorável para que eles não sejam “queimados” neste momento de reestruturação do elenco e de clube.


+ Mulher é presa por não devolver R$ 6,8 milhões que recebeu por engano
+ Família de Schumacher coloca mansão à venda por R$ 400 milhões
+ Pentágono confirma que vídeo com OVNIs em forma de pirâmide é autêntico



– Estamos atentos a isso também, o fato de você mesclar uma equipe com jovens, não quer dizer que você vai perder a mão, ou vai jogar um peso excessivo em cima desses atletas, é necessário que tenha uma mescla de experiência, de organização de equipe, com aqueles jovens que vão chegar, porque eles tem que se sentir bem em campo – avaliou o técnico.

Mancini, neste primeiro jogo da temporada, viu com bons olhos as atuações de Rodrigo Varanda, que entrou como titular, e de Cauê, que foi uma opção para o segundo tempo. Ambos fizeram suas estreias como profissionais do Timão e deram novas perspectivas para o comandante, como um substituto para Jô, por exemplo. No entanto, ele também atentou para a diferença de adaptação.

– Eu vi hoje o Rodrigo muito bem, o Cauê muito bem na partida, isso abre uma perspectiva muito interessante, para que a gente possa atuar em determinado momento com um homem mais de área, no dia que nós não tivermos o Jô, então o Cauê mostrou que ele pode ser muito útil e eu fico muito feliz, porque abre uma possibilidade muito grande de a gente alterar a equipe e fazer com que ela jogue de forma diferente nas próximas partidas, então resumindo agora, acho que todo esse cuidado é carinho, mas todo esse cuidado tem que ser entendido como jovens que precisam entrara no esquema do profissional, isso demora um pouco para alguns, mas outros absorvem mais rápido.

Perguntado se alguns desses jovens já poderiam ser utilizados como titulares na próxima quarta-feira, contra o Palmeiras, às 19h, na Neo Química Arena, Mancini disse que eles estariam preparados para isso, mas no momento indicou que os garotos serão alternativas de jogo para o seu esquema.

– Esses atletas que estão aqui podem sim se tornar titulares, são peças que fazem parte do nosso elenco, não sei se já para o próximo jogo eles estarão entre os 11, mas eu vi a a estreia do Rodrigo Varanda e a estreia do Cauê comigo muito interessantes, abriu um leque de opções, e aos poucos nós vamos montando uma equipe forte que eles possam estar sim dentro dos 11 que iniciam as partidas – concluiu.

Vagner Mancini - Coletiva Corinthians

Vagner Mancini falou dos jovens (Foto: Reprodução/Corinthians TV)

Veja também

+ Receita de bolinho de costela com cachaça
+ Cientistas descobrem nova camada no interior da Terra
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS